Morre a quinta vítima de acidente na Linha Amarela

Luiz Carlos Guimarães, de 70 anos, estava no Palio que foi esmagado pela passarela derrubada por um caminhão basculante

Quinta vítima estava no Palio esmagado na queda da passarela Foto: Guito Moreto / Agência O GloboRIO — Subiu para cinco o número de mortos no acidente ocorrido na manhã desta terça-feira na Linha Amarela. Luiz Carlos Guimarães, de 70 anos, estava no Palio que foi esmagado pela passarela derrubada por um caminhão basculante. Segundo a Secretaria municipal de Saúde (SMS), ele sofreu traumatismo craniano grave e passou por dois procedimentos neurocirúrgicos no Hospital municipal Salgado Filho, no Méier, Zona Norte da cidade, mas não resistiu aos ferimentos e morreu no início da manhã desta quarta-feira. Outras quatro pessoas ficaram feridas na tragédia.

O motorista do caminhão que causou o acidente, Luís Fernando Costa, de 31 anos, foi transferido durante a madrugada, para o Hospital do Coração de Duque de Caxias, onde está internado no Centro de Tratamento Intensivo. A direção da unidade não quis dar informações sobre o estado de saúde do paciente. De acordo com a Secretaria municipal de Saúde, Luís Fernando sofreu lesão abdominal e estava em observação pela cirurgia geral no Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, Zona Oeste, até o momento da transferência.

As outras vítimas ainda internadas são Liliane de Souza Rangel, de 36 anos, Gláucia Pereira de Andrade, de 56 anos, e Jairo Zenati, de 44 anos. Liliane sofreu fratura de bacia e passou por cirurgia no Hospital municipal Souza Aguiar, no Centro. Segundo a SMS, o estado de saúde dela é estável. Ela foi transferida, na tarde dessa quarta-feira, para o Hospital Pasteur, no Méier, e está passando por avaliação médica. Já Gláucia está no Hospital estadual Alberto Torres, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. A vítima está lúcida e com estado de saúde estável.

O quarto ferido é o motociclista Jairo Zenati, de 44 anos. Ele foi encaminhado para o Hospital Federal de Bonsucesso, na Zona Norte, e passa bem. Segundo a assessoria do hospital, o Jairo teve fratura exposta no antebraço esquerdo e no tórax. Ele passou por cirurgias e está lúcido, mas continua sob observação na enfermaria e deve ter alta em breve.

O caminhão basculante derrubou uma passarela na Linha Amarela na altura de Pilares. Um táxi, um Palio e uma moto foram esmagados na queda da estrutura. Dois dos cinco mortos estavam em cima da passarela no momento do acidente. A terceira vítima foi retirada de dentro do táxi. Já a quarta e a quinta estavam no carro de passeio, segundo os bombeiros.

Imagens da concessionária Lamsa, responsável pela via expressa, mostraram que o veículos trafegava com a caçamba levantada quando colidiu contra a passarela, que fica entre as saídas 4 e 5. Além disso, como o acidente foi às 9h15m, o caminhão circulava em horário restrito para veículos de carga. O acidente deixou o trecho de Pilares da Linha Amarela interditado por mais de nove horas. A 44ª DP (Inhaúma) investiga o caso.

Fonte: G1 / O Globo


Compartilhe:

Comentários: