Mulher agredida por dono de bar em SP corre risco de morte

A auxiliar de produção Fernanda Regina César Santiago, que está internada na UTI de um hospital do interior de São Paulo, corre risco de morte. O seu grave estado de saúde não foi motivado por um acidente, mas por uma cotovelada na cabeça, desferida pelo proprietário de um bar na noite do último sábado, 16.

Imagens de uma câmera de segurança mostram a agressão sofrida pela mulher, que tinha acabado de sair de uma casa noturna com um grupo de amigos.

Eles discutiam com o dono do estabelecimento, Anderson Tingo de Oliveira, de 34 anos. Mais exaltada do que os outros, Fernanda estava ao lado do empresário e gesticulava bastante, até que ele reagiu e desferiu o golpe.

A vítima caiu, bateu a cabeça no chão e sofreu múltiplos traumatismos cranianos. Socorrida inicialmente para a Santa Casa da cidade, ela foi transferida e segue internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Regional de Sorocaba.

Já o agressos foi localizado na terça-feira, 19, e está cumprindo prisão temporária por 30 dias na Delegacia de São Roque. Ele responderá por tentativa de homicídio, com agravante por motivo torpe.

Fonte: Portal A Tarde


Compartilhe:

Comentários: