Nasce bebê de mulher que sofreu morte cerebral três meses antes

A mãe sofreu um derrame no cérebro na 15ª semana de gravidez

Um bebê húngaro sobreviveu três meses no útero de sua mãe que foi declarada em estado de morte cerebral e que os médicos mantiveram viva com ajuda de aparelhos o tempo suficiente para que o feto terminasse de crescer, informa nesta quinta-feira o jornal Népszabadság.

A mãe sofreu um derrame no cérebro na 15ª semana de gravidez e teve morte cerebral, mas os médicos mantiveram suas funções vitais ativas até que em julho o bebê nasceu por cesariana, após sete meses de gravidez.

Durante três meses, a gestação continuou com o organismo da mãe sob rigoroso controle, em temperatura controlada e a irrigação sanguínea ativa.

Boa alimentação na gravidez é determinante para prevenir osteoporose

A equipe médica contou que um rádio foi mantido ligado perto do corpo da mulher para cercar o feto de vozes humanas e favorecer seu desenvolvimento. Os médicos, que não revelaram nem o nome nem o sexo do bebê, confirmaram que a criança passa bem. EFE mn/tr

Fonte: R7


Compartilhe:

Comentários: