Novembro é mês da “blitz” do IPVA

Os motoristas que circulam na capital baiana devem ficar atentos às pendências dos documentos de seus veículos. Foi realizada ontem (11), a segunda operação para verificação de regularidades destes documentos, bem como o pagamento do Imposto Sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA). Depois de pouco mais de um mês de suspensão, a segunda blitz foi realizada no Bonocô, em frente à Codesal, onde foram abordados 40 automóveis.

De acordo com o coordenador do Detran, major Luide Souza, as blitzes acontecerão durante todo o mês de novembro. “Mesmo com a intensificação na operação, a quantidade de veículos abordados foi menor do que a realizada na última terça-feira (7). O local foi menor, e o fluxo de veículos não estava intenso. É importante ressaltar que, o cidadão que se comprometer a quitar suas pendências no dia da abordagem, poderá ter o carro liberado ao apresentar o boleto do pagamento”, explicou.

Nessa operação foram 40 abordagens, sendo 32 autuados por documentação irregular e outras pendências e oito automóveis apreendidos e levados para o pátio do Detran, conforme prevê o Código Nacional de Trânsito. Já na primeira, realizada no dia 7 de novembro, foram abordados 60 automóveis, sendo que 42 foram autuados e 14 apreendidos.

Caso as pendências não sejam quitadas, o veículo é removido para o pátio do Detran-BA. Não há taxa de reboque, o motorista paga apenas à diária no valor de R$16. Quem estiver com documentos irregulares só poderá fazer a retirada do veículo apresentando a documentação em dia. Licenciamento e multas também deverão ser quitados.

Durante as operações, se o contribuinte tiver o veículo retido, ele recebe o DAE – Documento de Arrecadação Estadual com o valor do débito, podendo dirigir-se ao banco ou ao caixa eletrônico mais próximo para regularização. Em caso de dúvida, o cidadão pode entrar em contato com o call center da Sefaz-Ba, pelo 0800 071 0071.

As blitze são realizadas pela Secretaria da Fazenda da Bahia (Sefaz-BA), em conjunto com o Departamento Estadual de Trânsito da Bahia (Detran-Ba), Polícia Militar e Superintendência de Trânsito e Transporte de Salvador (Transalvador).

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: