Obesidade é um dos fatores de risco para o surgimento do câncer

Bem Estar desta terça (2) alertou que excesso de peso aumenta risco.
Mudanças na alimentação ajudam na prevenção e combate à doença.

Que o cigarro, exposição à radiação solar e produtos químicos, por exemplo, aumentam o risco de câncer, isso todo mundo já sabe. Porém, no Bem Estar desta terça-feira (2), o oncologista Antonio Carlos Buzaid e o endocrinologista João Eduardo Salles alertaram que existem outros fatores de risco importantes, como a obesidade – diversos tumores podem estar associados ao excesso de peso, como os de mama, endométrio e cólon, por exemplo.

O endocrinologista João Eduardo Salles alertou que o maior perigo é em relação à gordura acumulada na região abdominal, que cria um processo inflamatório no organismo todo.

O ideal é que essa circunferência tenha menos do que 94 centímetros nos homens e menos do que 80 centímetros nas mulheres.

Por isso, a dica é controlar ou perder peso não só para evitar o câncer, mas também para tratá-lo em pacientes que já têm – o oncologista acrescentou ainda que a perda de peso, com alimentação saudável e atividade física, pode ser tão eficaz quanto a quimioterapia no tratamento da doença.

O ideal, portanto, é evitar o excesso de carnes vermelhas e processadas, por exemplo, e preferir alimentos naturais, como as frutas. Existe ainda uma combinação que pode impedir o crescimento de células cancerígenas, que é a cúrcuma, um tipo de açafrão, com pimenta do reino. Os médicos alertaram ainda para o risco da fumaça do carvão do churrasco, que pode conter substâncias cancerígenas.

Fonte: G1 / Bem Estar


Compartilhe:

Comentários: