Papa Francisco terá agenda cheia em dia da 1ª participação em ato da JMJ

Festa da Acolhida em Copacabana acontece no início da noite desta quinta.
Já pela manhã, Pontífice vai abençoar bandeira das Olimpíadas de 2016.

Palco em Copacabana recebeu iluminação especial na noite de terça (Foto: Gabriel Bouys/AFP)

Palco em Copacabana está pronto para receber o Papa Francisco nesta quinta (Foto: Gabriel Bouys/AFP)

 

O primeiro ato da Jornada Mundial da Juventude com a participação do Papa Francisco, nesta quinta-feira (25), será o último compromisso do dia do Pontífice de uma agenda que começa já pela manhã. Antes da Festa da Acolhida em Copacabana, às 18h, Papa Francisco terá pelo menos quatro outras atividades.

Logo ao amanhecer, o Pontífice terá dois eventos fechados. Às 7h30, realizará uma missa privada em sua residência no Rio e, às 9h45, receberá as chaves da cidade do Rio de Janeiro, no Palácio da Cidade, em Botafogo, Zona Sul. Lá, vai abençoar a bandeira dos Jogos Olímpicos de 2016.

Na única visita que fará a uma comunidade fluminense, o Papa Francisco vai até Manguinhos, na Zona Norte. Os agraciados serão os moradores de Varginha, onde ele vai discursar num campo de futebol e ainda vai conhecer a Capela São Jerônimo Emiliano.

À tarde, em outro evento fechado, o Pontífice vai encontrar conterrâneos argentinos na Catedral Metropolitana às 12h30.

Por fim, o Papa Francisco vai à Copacabana para o segundo ato central da Jornada Mundial da Juventude. De helicóptero, ele desembarca no Forte de Copacabana e, de papamóvel, vai do Posto 6 até o Leme (veja abaixo o percurso). No palco construído para o evento, ele vai realizar a acolhida aos jovens, com benção e discurso.

Papa Móvel Copacabana (Foto: Editoria de Arte/G1)

Metrô e ônibus vão funcionar 24h
O metrô e os ônibus do Rio vão estender o horário de funcionamento a partir de quinta-feira (25). Para atender a demanda de peregrinos na cidade, os serviços de transporte vão funcionar 24h até a manhã de segunda-feira (29).

Na quinta-feira (25), acontece a primeira grande cerimônia do Papa Francisco, em Copacabana. Às 17h30, o pontífice chega de helicóptero ao Forte de Copacabana. De papamóvel, percorre do Posto 6 até o Leme. No palco, ele celebra o 2º ato central da JMJ: a acolhida aos jovens, com benção e discurso.

Na quinta e na sexta-feira (26), o embarque no metrô, em direção a Copacabana, vai acontecer apenas com os bilhetes especiais, com hora marcada, das 12h até meia-noite. O Metrô Rio estendeu, até as 12h de quinta, a venda dos cartões para a JMJ.os bilhetes podem ser adquiridos das estações Pavuna, Maracanã, Praça Onze, Central, Carioca e Glória. O bilhete custa R$ 3,20 e cada cliente pode comprar até 10 unidades.

Dois dias de réveillon
Segundo o prefeito, o planejamento para os eventos desta quinta e sexta em Copacabana é para um público em torno de 1,5 milhão de pessoas nos dois dias, o equivalente a uma festa de réveillon por dois dias consecutivos.

Paes fez um apelo para que o público se informe sobre o melhor trajeto e horário tanto para o deslocamento de ida, como o de volta, de forma a aliviar o escoamento dos fiéis.
A previsão da Prefeitura é que o escoamento de todo o público se prolongue até as 4h da manhã de sexta e de sábado.

“O comitê da Jornada preparou, após encerramento da missa com o Papa, uma série de shows e apresentações. Pedimos aos os peregrinos que, se possível, observem o deslocamento das pessoas. Se 1,5 milhão resolver sair junto, isso vai criar contingência, dificuldade”, disse.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: