Perito acusa delegada de criar farsa para incriminar médica Kátia Vargas

Em apresentação do laudo feito pelo perito no Sheraton da Bahia Hotel, no Campo Grande, ele disse que a delegada alterou a data do depoimento da testemunha chave do processo

O perito Ricardo Molina, contratado pela família de Kátia Vargas, acusou nesta segunda-feira (16) a delegada Jussara de Souza de criar uma farsa para incriminar a médica acusada de provocar o acidente que matou os irmãos Emanuel e Emanuelle Dias, em outubro deste ano.

Em apresentação do laudo feito pelo perito na manhã de hoje, no Sheraton da Bahia Hotel, no Campo Grande, ele disse que a delegada alterou a data do depoimento da testemunha chave do processo. Segundo Molina, o depoimento não foi prestado no dia do acidente como afirmou a delegada, mas dois dias depois quando, segundo o técnico, a testemunha já havia tido acesso ao depoimento dos familiares das vítimas e da cobertura da imprensa.

“Criou-se uma farsa em torno de um testemunho inverossímil. O que a testemunha diz ter visto é impossível”, criticou.O perito concluiu, a partir do acesso ao laudo feito pelo Departamento de Polícia Técnica (DPT), que o homem que testemunhou o acidente estava a 104 metros do local onde teria ocorrido o impacto entre o Kia Sorento dirigido por Kátia Vargas e a motocicleta onde estavam os irmãos. No depoimento, o homem diz que estava a cerca de dez metros da colisão.

Molina nega a versão do Ministério Público de que tenha havido um toque entre o veículo SUV e a moto.”Não houve perseguição. O Kia Sorento aproxima-se da moto em uma velocidade normal para ultrapassagem”, justificou o perito na apresentação.No laudo, Molina questiona a eficiência dos peritos que trabalharam no caso e desqualificou o depoimento de Arivaldo Lima Souza, testemunha que disse ter visto a colisão do carro com a moto.

O perito afirmou ainda que os laudos produzidos pelos Departamento de Polícia Técnica, “um amontoado de equívocos”, não comprovam o impacto e que as imagens das câmeras são inconclusivas. O promotor Davi Galo, que ofereceu a denúncia contra a médica, não foi localizado para comentar o assunto.

Perito acusa delegada de criar farsa para incriminar médica Kátia Vargas (Foto: Fernanda Varela)

fonte: Correio 24hrs


Compartilhe:

Comentários: