Petrobras deve fechar 38 empresas fora do Brasil até 2015

Empresa já teve operação em 23 países, hoje só aparece em 17

A Petrobras segue reduzindo sua área de atuação no exterior desde que Graça Foster assumiu a presidência da estatal. Se antes a empresa aparecia com operações em 23 países, agora somente 17 estão no portfólio. Mais recentemente, atividades em Portugal, Austrália, Irã, Nova Zelândia, Turquia e Líbia estão sendo encerradas, além das seis representações da Companhia na África, que passarão ao guarda-chuva de uma joint Venture (sociedade de empresas) criada junto ao BTG, no intuito de balancear melhor as finanças.

Ainda há atividades operacionais na Argentina, Bolívia, Chile, Paraguai, Uruguai, Colômbia, Peru, Venezuela, México, Estados Unidos e Japão. Em entrevista ao Broadcast, serviço de informações em tempo real da Agência Estado, Graça afirmou que a empresa fez muitas aquisições na área internacional antes do pré-sal, quando o planejamento estratégico era crescer no exterior e, “quando se faz aquisição, traz-se junto algumas empresas que, isoladamente, não se compraria””, disse.

Parte das empresas não possuem nem estrutura física, existindo apenas no papel. Outra parte tem escritório montado, mas sem operação de fato. No total, 15 empresas já foram extintas e outras 38 serão encerradas até dezembro de 2015. Hoje ainda existem 120 empresas sob gestão da área internacional.

Fonte: iBahia


Compartilhe:

Comentários: