Plataforma de petróleo não corre mais risco de afundar em Campos, no RJ

Equipe técnica permanece a bordo tentando manter o controle.
Funcionários foram resgatados e não houve vítimas.

Não corre mais risco de afundar a plataforma petrolífera que adernou na madrugada desta sexta-feira (28) no litoral de Campos dos Goytacazes, na região Norte Fluminense do Rio, segundo informou a Petrobras. 

Como mostrou o Bom Dia Brasil, a maioria dos tripulantes conseguiu abandonar a embarcação com a ajuda de navios rebocadores. Ninguém ficou ferido.Segundo informações do Sindicato dos Trabalhadores da Produção de Petróleo (Sindipetro NF), mais de 100 tripulantes estavam trabalhando no local. Apenas uma equipe técnica permanece a bordo tentando manter o controle da plataforma.

A plataforma de modelo SS-53 pertence à empresa Noble, que presta serviços para a Petrobras.  Ainda de acordo com o Sindicato dos Trabalhadores, o adernamento, que é o termo usado para uma inclinação acentuada, ocorreu por volta de 1 hora da manhã. Perto das 7h45, a Petrobras informou que todos os procedimentos de segurança já estavam sendo realizados. Rebocadores seguram a plataforma com cabos para que ela se mantenha estável.

Veja na íntegra a nota emitida pelo sindicato dos trabalhadores:
“A diretoria do Sindipetro-NF recebeu a informação de que a plataforma SS-53 sofreu um adernamento a partir de 1h desta sexta, 28, mas que está estabilizada (controlada). Foi determinado abandono da plataforma, a maioria dos trabalhadores desembarcou e agora estão num flotel próximo. Um outro grupo de técnicos ficará a bordo para garantir o controle da estabilidade. Os diretores do NF não tem informações de vítimas.

A SS-53, que está localizada no Campo de Marlim, é uma plataforma de perfuração de propriedade da empresa Noble, que presta serviço à Petrobras. Segundo informações dos trabalhadores, rebocadores estão no local, atuando com cabos para ajudar a plataforma a se manter estável. A diretoria do sindicato está acompanhando o caso desde a madrugada de hoje e permanece em plantão”.

Fonte: G1

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: