Polonesa de 91 anos acorda após 11 horas em necrotério

Após ser declarada morta e passar 11 horas em uma câmara fria, a polonesa Janina Kolkiewicz, de 91 anos, “voltou à vida” – e reclamou do frio.

Funcionários do necrotério foram os primeiros a perceber que a bolsa com o suposto corpo da idosa estava se mexendo e a retiraram do compartimento. Em seguida, informaram à família que ela não estava morta.

Os familiares e a médica que atestou o óbito ficaram em estado de choque. “Eu tinha certeza de que ela estava morta”, disse Wieslawa Czyz, que examinou a idosa, ao canal de televisão TVP.

Ao voltar para casa, Janina foi recebida com uma tigela de sopa e duas panquecas. De acordo com sua sobrinha, Bogumila Kolkiewicz, como a idosa sofre de demência em estágio avançado, não percebeu o que aconteceu de fato. Ela disse que se sentia “normal, tudo bem”.

Após o ocorrido, o atestado de óbito foi considerado inválido. A polícia vai investigar o caso.

Fonte: Portal A Tarde


Compartilhe:

Comentários: