Preço de materiais e mão de obra sobem e pressionam construção

Índice relativo a materiais, equipamentos e serviços aumentou 0,37%.
Em 12 meses, o INCC-M acumula avanço de 8,39%.

Santarém é 5º no ranking de contratação no Pará (Foto: Reprodução/TV Tapajós)Os preços relativos a construção subiram ainda mais em janeiro, segundo pesquisa da Fundação Getulio Vargas (FGV), divulgada nesta terça-feira (28). O Índice Nacional de Custo da Construção – M (INCC-M) subiu 0,70% em janeiro, após avançar 0,22% um mês antes.

O resultado foi pressionado tanto pelo custo de materiais, equipamentos e serviços quanto pela mão de obra. Em 12 meses, o INCC-M acumula avanço de 8,39%.

O índice relativo a materiais, equipamentos e serviços aumentou 0,37% no começo de 2014, vindo de elevação de 0,23% no mês passado. Materiais e equipamentos avançaram 0,33% e serviços tiveram alta de 0,52% em janeiro.

No caso da mão de obra, ficou 1% mais cara no início deste ano. No mês anterior, a variação registrada foi positiva em 0,21%. A aceleração, segundo a FGV, foi consequência do acordo coletivo por ocasião da data base em Belo Horizonte e por antecipações salariais em Porto Alegre e adequações ao novo valor do salário mínimo nas demais capitais.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: