Programa Bolsa Família tem 5.000 beneficiários bloqueados em Salvador

A partir deste mês, os 5.000 beneficiários do Programa Bolsa Família de Salvador que deixaram de atualizar seus cadastros obrigatórios em 2014 na Secretaria de Promoção Social, Esporte e Combate à Pobreza terão os seus pagamentos bloqueados.

Para que voltem a receber seus recursos e evitem a exclusão definitiva do programa, os beneficiários deverão comparecer a um dos postos de atendimento espalhados pela cidade para regularizar o cadastro.

Das 13.300 famílias que necessitavam realizar o recadastramento no ano passado, 8.300 atenderam ao chamado da Semps e do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS).

Quem não se recadastrou deve procurar os seguintes postos de atendimento da Semps, de segunda a sexta, das 8h às 16h.

Comércio – Rua Conselheiro Saraiva,  28;

Boca do Rio – Rua Abelardo de Carvalho, 141, anexo ao colégio Imeja;

Núcleo de Atendimento Jurídico – Shopping Baixa dos Sapateiros (atendimento exclusivo para agendados), Rua J.J. Seabra, 111, Baixa dos Sapateiros;

Sedes da Prefeitura-Bairro: Centro, Itapuã, Cidade Baixa, Cajazeiras, Subúrbio, Ilhas;

Agências da Coelba: Liberdade, Periperi, Itapuã, Pirajá, Praça da Sé.

Documentos Necessários:

a) Responsável Legal: RG, CPF e título de eleitor; Carteira de Trabalho; comprovante de residência (pode ser recibo de água, luz, telefone ou correspondência recebida pelos Correios);

b) Demais pessoas da casa: Carteira de Identidade e título de eleitor para maiores de 18 anos; Carteira de Identidade e/ou certidão de nascimento e atestado de frequência escolar para menores de 18 anos; Carteira de Trabalho (para todos os maiores que já retiraram o documento). Em caso de falecimento de algum dos dependentes, levar certidão de óbito. Para os menores de 6 anos, cartão de vacinação atualizado.?

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: