Programa da Coelba que troca recicláveis por desconto na conta vai ser ampliado em 2016

A novidade é que o programa será ampliado para bairros de classe média

Os moradores levam material reciclável para os caminhões da Coelba, que percorrem 30 comunidades de Salvador (Foto: Marcelo Negromonte/Divulgação)

Moradora de Castelo Branco, a aposentada Maria Paulina dos Santos, 76 anos, já teve a alegria de receber a conta de luz zerada. Isso foi possível através do Vale Luz, da Coelba, que troca recicláveis por desconto na conta de energia. A novidade é que o programa, que está presente em 30 comunidades carentes de Salvador, será ampliado para bairros de classe média até 2016. Também já há estudo em curso para analisar a viabilidade de levá-lo para o interior. Atualmente, só são beneficiados moradores da capital.

“Nossa ideia é agregar parceiros que gerem esses resíduos. Reduzindo os resíduos vamos conseguir economizar energia na criação desses material. A reciclagem das latas, por exemplo, gera uma economia de 90% a 95% de energia em relação à energia necessária para produção de uma lata nova”, explica a gerente de Eficiência Energética do grupo Neoenergia, do qual a Coelba faz parte, Ana Christina Mascarenhas.

Além de reduzir o valor da conta de energia, o projeto Vale Luz tem o objetivo de estimular o uso racional dos recursos naturais e minimizar os impactos negativos causados pelos resíduos no meio ambiente, estimulando a reciclagem.

Para cada mil quilos de alumínio que se recicla, por exemplo, poupa-se aproximadamente cinco mil quilos do minério bruto. O projeto tem um custo mensal para a Coelba de R$ 80 mil.
São aceitos para reciclagem:  metal (latas de alumínio e ferro), papel (papel branco, revista, jornal, panfleto), papelão e plásticos (garrafas pet, embalagens de detergente e produtos de higiene,  água sanitária).

Para garantir a economia, na vizinhança de Maria Paulina todo mundo já sabe: se tiver latinha de reciclável, tem que guardar pra ela. A cada 15 dias, ela coleta e vai entregar no caminhão da Coelba que passa no bairro, ritual que é repetido em 30 comunidades. “Antes a minha conta de luz era R$ 80, R$ 60, agora é R$ 20, R$ 10, R$ 5, R$ 1 e já teve mês de vir até zerada”, conta.

O desconto funciona da seguinte forma: após os recicláveis serem pesados, o consumidor tem o crédito na conta debitado em um cartão. “Onde há o projeto, as comunidades ficam mais limpas e os consumidores mais adimplentes”, destaca a aposentada.

O crédito com a troca dos recicláveis fica disponível em um cartão do Vale Luz e vira desconto na conta de energia (Foto: Marcelo Negromonte/Divulgação)

Balanço
A Coelba já recolheu 727 toneladas de resíduos com o Vale Luz. Criado em 2008, o programa garantiu uma economia de cerca de R$ 150 mil na conta de energia de 2.500 consumidores baianos, ao longo dos últimos sete anos. Já o Grupo Neoenergia, que compreende além da Coelba as distribuidoras Celpe e Cosern,  recolheu 1.369 toneladas, envolve 7.652 clientes e proporcionou R$ 300 mil em descontos na conta de energia.

Todo o material coletado é vendido para a Cooperativa de Coleta Seletiva Processamento de Plástico e Proteção Ambiental (Comapet), que funciona em Massaranduba e reúne 30 cooperados. “Ajuda muito a gente. O material já chega separado, fazendo com que a revenda seja bem melhor”, avalia o diretor operacional da cooperativa, Flávio Almeida.

Diariamente, são quatro caminhões que chegam por dia à sede da Camapet levando os recicláveis coletados nas comunidades. “Muita gente que participa do projeto consegue ficar adimplente, porque depois do desconto a conta fica baixa e ela consegue pagar sem dificuldade”, observa a gerente de Eficência Energética.

No caminhão ainda é possível trocar lâmpadas incandescentes por fluorescentes compactas, que são mais econômicas. Para efetuar a troca, basta levar três lâmpadas incandescentes ou três fluorescentes queimadas, estar adimplente e não ter recebido lâmpadas da Coelba nos últimos três anos. Nos caminhões, os consumidores também podem fazer cadastro na Tarifa Social de Energia, benefício do governo federal que concede descontos de até 65% na conta de luz e fazer alteração cadastral.

Onde estará o caminhão
Hoje Calabar: Praça 11 de Maio, nº 67E. Ao lado da UPP. Pernambués: Travessa 1° de Maio, próximo à Escolinha Raio do Sol.
Amanhã Faz. Coutos III: Rua em frente à UPP. Pau da Lima: Rua Djalma Shanches, próximo à emergência de São Marcos.
Sábado  São Caetano: Rua Aristides Victor da Silva, próximo ao campo de futebol Paraíso. Joanes: Rua Casa Grande, em frente à Escola Dalva Matos.
Segunda  Bairro da Paz: Rua Nossa Senhora da Paz, ao lado do Projeto Educar para Construir. Águas Claras: Estrada do Matadouro, em frente ao Supermercado Morais. Pirajá: Rua 8 de Novembro/no fundo da Igreja Matriz- Ao lado do Sup. G.barbosa.
Terça Massaranduba: Av. Juracy Magalhães, em frente à Conder. Sussuarana: Rua Flávio Cavalcante, próximo à Escola Municipal Acelino Maximiano da Encarnação. Paripe: Praça João Martins.
Quarta  Novos Alagados: Travessa 1° de Novembro. Bate- Facho: Rua 1ª Travessa Jorge Amado.

CLIQUE AQUI E FAÇA DOWNLOAD DA PROGRAMAÇÃO COMPLETA

Fonte: iBahia


Compartilhe:

Comentários: