Quase 35 mil celulares foram apreendidos nas prisões brasileiras em 2012

Balanço publicado neste domingo (6) pelo jornal “O Globo” aponta que as autoridades brasileiras apreenderam 34.945 celulares nas prisões do país apenas no ano de 2012. Segundo a publicação, que se baseou em dados oficiais, esse número representa uma apreensão a cada quinze presos, levando em conta uma população carcerária de cerca de 550 mil pessoas, de acordo com o Ministério da Justiça. O coordenador de Inteligência Penitenciária do Ministério da Justiça, Washington Clark, admitiu que o elevado número de telefones em mãos dos presos é um problema ainda não resolvido. “É necessário um maior investimento em equipamentos e em uma melhor capacitação dos agentes penitenciários”, declarou. O governo investiu, nos últimos quatro anos, R$ 17 milhões em equipes para detectar a entrada de telefones nas prisões e bloquear os sinais nos presídios.

Fonte: Bahia Notícias

Foto: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: