Rastreamento do câncer de mama é realizado pelo Estado em Itapitanga

Com a expectativa de atender 570 mulheres com mais de 50 anos, o Programa Estadual de Rastreamento do Câncer de Mama – Estratégia Itinerante chegou a Itapitanga, município a 70 quilômetros de Itabuna, no sul da Bahia. O início dos atendimentos, que prosseguem até quarta-feira (26), contou com a presença do governador Jaques Wagner, do secretário estadual da Saúde, Washington Couto, e de outras autoridades.

Segundo o governador, o rastreamento é um programa estadual lançado em outubro de 2011, considerado por ele como fundamental. “A prevenção e a descoberta precoce é o que possibilita a cura do câncer. E depois, oferecemos todo o tratamento, quando a doença é diagnosticada”.

Os exames são realizados em um caminhão equipado com dois mamógrafos, onde cada equipamento tem capacidade para realizar 70 mamografias/dia, totalizando 140 mamografias/dia/unidade. Após a mamografia, num segundo momento, são realizados os exames diagnósticos complementares para as pacientes que apresentarem imagens inconclusivas.

Fonte: Tribuna da Bahia

Imagem: Ilustração


Compartilhe:

Comentários: