Rodoviários votam proposta que pode evitar greve nesta terça-feira (20)

Hoje, a partir das 9h, na categoria deve debater a proposta, que deverá ser votada às 15h

Rodoviários e representantes dos consórcios do transporte público de Salvador avaliam nesta terça-feira (19) a proposta feita pela Superintendência Regional do Trabalho e Emprego na Bahia que tenta, com um acordo entre as partes, evitar a greve dos rodoviários marcada para amanhã.

Em nota, o Sindicato dos Rodoviários detalhou a proposta recebida da superintendência — 10% de reajuste salarial, 10% no tíquete-alimentação com redução da contrapartida paga pelos trabalhadores (de 20% para 12%), readmissão dos demitidos nas manifestações após o Carnaval estão entre os principais itens. Os trabalhadores comemoram o percentual proposto.

“Nenhuma categoria no Brasil conseguiu isso”, afirmou o vice-presidente do sindicato, Fábio Primo. Hoje, a partir das 9h, no Ginásio de Esporte dos Bancários, nos Aflitos, os empregados devem debater a proposta, que deverá ser votada às 15h. O Sindicato das Empresas de Transportes de Passageiros de Salvador (Setps) informou que levará também hoje a proposta para votação entre seus associados.

Segundo Jorge Castro, da diretoria do Setps, os empresários se organizam para cobrar judicialmente os prejuízos com a paralisação e com a possível greve. “Fizeram uma paralisação sem cabimento e vamos discutir com as empresas os prejuízos”, afirmou Castro. “Antes de querer cobrar divisão dos prejuízos, as empresas têm que dividir os lucros, nós estamos preparados para fazer uma greve dentro dos trâmites legais se a proposta não for aceita”, rebateu Primo. Por conta da paralisação de duas horas na última quinta-feira, a prefeitura notificou as três concessionárias a pagar R$ 29,1 mil de multa.

Fonte: iBahia


Compartilhe:

Comentários: