Salvador tem a primeira igreja do mundo dedicada a São João Paulo II

A Igreja de Nossa Senhora dos AlagadosA canonização de João Paulo II, o papa santo que elevou a comunidade de Alagados aos olhos do poder público, foi celebrada ontem, com muitas orações, louvor e alegria dos devotos. Logo após o evento que aconteceu no Vaticano, às 5h, o arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, dom Murilo Krieger, decretou a igreja de Nossa Senhora dos Alagados como a primeira dedicada ao agora santo São João Paulo II. Agora, o templo passa a se chamar Paróquia Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II.

Ao  lado do pároco da Paróquia de  Alagados, Etienne Kern, Dom Murilo ressaltou a importância do evento para os baianos. “É um momento histórico e ao mesmo tempo uma forma de agradecermos a Deus, que nos deu esse templo através de seu filho Papa, e agora santo, Dom João Paulo II”.

Ele também demonstrou alegria no fato da igreja ser a primeira dedicada a João Paulo II. “Penso que foi uma graça para a nossa Arquidiocese poder, com santo orgulho, dizer que esta é a primeira paróquia do mundo criada por título de Nossa Senhora dos Alagados e São João Paulo II. Nem na Polônia isso foi possível, porque todos os bispos poloneses estão em Roma”.

Durante o sermão Dom Murilo destacou também a  importância  do exercício  da perseverança, da fé e  persistência citando o exemplo dos apóstolos de  Jesus e do próprio João Paulo que dedicou sua vida a generosidade e aos menos favorecidos. Em  seguida o arcebispo concedeu a bênção para as obras da paróquia e para toda a comunidade. “Muito foi feito pela comunidade, mas ainda tem muito por fazer. A partir de agora, temos a certeza que os olhos dos poderes  público e do mundo se voltarão para a comunidade”.

Fé e gratidão 
A missionária Jessica Chippot, de 31 anos,  passou a noite em vigília. Ela veio da França há dois anos para trabalhar na ONG Fidesco, com o projeto “Ser Criança em Alagados”, que atende cerca de 60 crianças do bairro oferecendo duas alimentações diárias, reforço escolar e atividades esportivas.

 “Esse dia vai ficar para sempre guardado na minha memória. Quando conheci João Paulo II, espiritualmente, estava em uma missão muito difícil no Oeste da Bósnia, região de muita guerra, e sei que a sua presença guiou os meus caminhos. Quando vim para o Brasil ganhei de presente do padre na França um terço com a imagem dele. Após essa homenagem a minha relação de amor com ele só vai aumentar”, celebrou.

Edificada  com mais de 200 mil tijolos em formato retangular, que mais lembra uma casa, e localizada no alto de uma colina, a Paróquia Nossa Senhora dos Alagados se destaca no bairro do Uruguai,  não apenas pela beleza,mas pela simplicidade.

De fato, a passagem de João Paulo II pela capital baiana deixou frutos. À frente da Igreja Católica entre os anos de 1978 e 2005,  o pontífice esteve em Salvador por duas vezes. A primeira, no ano de 1980, aconteceu após o Papa ter manifestado o desejo ao então Arcebispo de Salvador e Primaz do Brasil, cardeal Dom Avelar Brandão Vilela, que escolheu o bairro dos Alagados. “Foi um impacto forte que a vinda do Papa João Paulo II causou. Um impacto de amor à Igreja. O Papa marcou e marca, ainda, o bairro. Há um laço particular porque ele fala aos corações”, afirma o pároco de Nossa Senhora dos Alagados, padre Etienne Kern.

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: