Salvador tem quase metade da população acima do peso ideal

47% dos soteropolitanos estão acima do peso e 15% são obesos, segundo pesquisa do Ministério da Saúde, divulgada no último dia 30. Mesmo com números acima do desejado, Salvador é, apenas, a penúltima entre as 27 capitais entrevistadas com população com sobrepeso e obesidade. A capital baiana aparece, também, abaixo das médias nacionais, que registraram 50,8% de brasileiros acima do peso e 17,5% obesos.

“Esses números refletem uma mudança gradativa de consciência dos soteropolitanos, que passaram a incluir alimentos mais saudáveis em suas dietas”, destaca Cláudia Facioli, nutricionista da franquia verde Ponto Natural (Pituba).

Os dados, entretanto, ainda não são considerados ideais pela especialista: “O brasileiro, de forma genérica, continua comendo de forma inadequada. A má alimentação e o sedentarismo, aliado ao fator genético, ainda são os principais vilões da obesidade e do excesso de peso”, destaca Cláudia.

Sobre os métodos de tratamento da obesidade, doença associada a males, como diabetes e hipertensão, a nutricionista afirma que a prevenção ainda é o melhor remédio.

“Existem intervenções, como a cirurgia bariátrica, que são eficazes no combate à doença. Mas o melhor mesmo é evitá-la com exercícios físicos, acompanhamento médico e alimentação saudável. Sempre recomendo aos nossos clientes, consumir, em porções dosadas, produtos orgânicos, shakes, sucos, chás, enfim, alimentos com pouco teor de gordura e que forneçam os nutrientes necessários ao organismo”, diz a nutricionista.

Fonte: Tribuna da Bahia


Compartilhe:

Comentários: