Transplantes renovam esperança de pacientes cardíacos em MS

Equipe da Santa Casa volta a fazer transplantes de coração.
Conheça história de duas mulheres que se conheceram na fila de espera.

Conheça a história de duas Cleonices: uma mora em Campo Grande, e a outra, em Ivinhema, na região sul do estado. As duas mulheres conheceram-se na fila de espera por um transplante de coração. Uma delas já recebeu o novo órgão, e a amiga permanece confiante.

A técnica de enfermagem Cleonice da Silva Brunetto sofre com problemas cardíacos desde os 22 anos. Hoje, aos 43, conta com o apoio do marido e dos filhos.  Ela está no quarto marcapasso, precisa ingerir seis remédios diferentes por dia e o coração está com menos de 45% da capacidade para bombear o sangue. Já em Ivinhema, a dona de casa Cleonice Saraiva está em plena recuperação desde que foi transplantada no início do ano. A recuperação é lenta, e ela conta com apoio de toda a família.

Em Mato Grosso do Sul, apenas uma equipe de nove médicos e profissionais de saúde faz transplantes de coração, na Santa Casa. Este ano já foram realizados três transplantes. Dois pacientes não resistiram e morreram de complicações depois da cirurgia.

Fonte: G1


Compartilhe:

Comentários: