Abapa recebe o Prêmio ANA 2020

Com Informações: Abapa e Aiba

O projeto “Identificação, Proteção e Recuperação de Nascentes”, da Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), com execução da Associação dos Agricultores e Irrigantes da Bahia (Aiba), recebeu o Prêmio ANA 2020, da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico, na categoria “Organizações Civis”.

Este ano o Prêmio ANA teve recorde de inscrições, foram 695 projetos disputando o troféu em oito categorias que incluíram Comunicação, Educação, Empresas de Médio e Grande Porte, Entes do Singreh, Governo, Pesquisa e Inovação Tecnológica, além de Organizações Civis.

O prêmio ANA já existe há 14 anos e na edição 2020 teve um aditivo especial, pois a data marca também os 20 anos da Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico. “Estamos muito felizes com este resultado, pois é o reconhecimento de um trabalho sério desenvolvido pelos produtores rurais da região Oeste da Bahia. As nascentes são o princípio de tudo. Preservá-las é garantia de que contaremos com os recursos hídricos para sempre”, celebra Luiz Carlos Bergamaschi, presidente da Abapa.

Nos últimos dois anos a iniciativa permitiu a promoção de ações de preservação de nascentes e educação ambiental no Oeste da Bahia. Desde o início foram realizados serviços de cercamento, reflorestamento e implantação do Método Caxambu, considerando a necessidade de cada uma das 55 nascentes. Outras 210 foram identificadas para futuras intervenções.

Até o momento R$ 800 mil foram aplicados no projeto e recentemente a Prefeitura Municipal de Barreiras, Aiba e Abapa renovaram o Acordo de Cooperação Técnica (ACT) para a realização de intervenções em mais 60 vertedouros. Essas ações são de grande relevância para o meio ambiente, também devido à construção de barragens de contenção das águas das chuvas, ampliando os pontos de recarga do aquífero Urucuia e evitando o assoreamento das nascentes.


Compartilhe:

Comentários: