Angical: Transparência e eficiência são os focos da nova gestão

Não é exagero afirmar que o novo prefeito de Angical, Emerson Mariani (Mezo), recebeu no dia 1º de janeiro a administração municipal como uma espécie de terra arrasada, assim como em muitos municípios do país.

O atual prefeito encontrou um município praticamente falido, a administração pública completamente abandonada e sucateada. O gestor e seu secretariado estão encarando a situação como grande desafio para reverter os desmandos de quatro anos.

Um dos principais agravantes foi iniciar o governo com total ausência de dados e informações em todos os setores da gestão municipal, além dos débitos com funcionalismo, fornecedores e danos ao patrimônio público deixado pelo seu antecessor.

Mobiliário e equipamentos obsoletos, frota sucateada, e ausência de documentos e informações, esses são alguns dos inúmeros problemas encontrados pela nova gestão municipal.

Os reflexos destes desmandos têm dificultado e muito, o bom andamento da atual gestão que a cada dia esbarra com um novo problema, todos os setores da administração foram afetados pelo descaso dos últimos quatro anos.

O prefeito Mezo e sua equipe de governo não tem medido esforço para colocar a casa em ordem, a confiança da população angicalense reside exatamente no excelente trabalho realizado até aqui,  o que vem garantindo o bom andamento da máquina administrativa nas ações básicas como saúde, educação, assistência social e infraestrutura.

“É muito triste constatar a irresponsabilidade, descaso e falta de sensibilidade do prefeito antecessor em deixar o município nesta situação, um verdadeiro estado de abandono. Fizemos um mapeamento de tudo o que estava deteriorado e estamos na busca de soluções. Faremos uma excelente gestão, vamos trabalhar por Angical com foco, determinação e transparência”, disse o prefeito Mezo, destacando a competência e o empenho de sua equipe de governo.

O prefeito Mezo disse ainda que vem orientando os secretários a trabalharem em harmonia com a Câmara Municipal, respeitando a autonomia do Legislativo de forma que o bom diálogo promova benefícios para toda a cidade. Também destacou a importância de manter o Plano de Governo na mesa de trabalho, para que os compromissos com o cidadão sejam cumpridos.

Os secretários estão imbuídos de aprimorar as ações da administração com intervenções essenciais para boa gestão da cidade, uma equipe competente e comprometida com os problemas do município e seu povo.

O destaque até aqui está com a chefia de gabinete sob o comando do competente e experiente ex-vereador e ex-presidente da Câmara Carlos Rocha, o popular Carlão, que vem sendo uma peça fundamental nesta fase de reconstrução do município de Angical, pois além de ser o braço direito do prefeito Mezo tem a responsabilidade de coordenar as atividades de toda a equipe e manter a ordem nos mais diversos processos, um importante elo entre os secretários e o chefe do executivo.

Esta função exige um conhecimento amplo de tudo que se passa no executivo e no legislativo, pois o chefe de gabinete é responsável por planejar as ações, coordenar, supervisionar e orientar a equipe acerca das atividades a serem realizadas e isso Carlão executa com muita maestria.

“Apesar de ser um trabalho gratificante é também desafiador, já que não há uma receita pronta para solucionar todas as demandas, cada contexto exige habilidades e decisões diferentes”, afirmou Carlão.

Secretários:

– Secretário de Saúde – Vanilton F. Machado;

– Secretário de Educação – Joaci Silva do Nascimento;

– Secretário de Agricultura – Domingos Carlos Domingues;

– Secretária de Assistência Social – Engracia de Carvalho;

– Secretário de Infraestrutura – Luciano Mariani Dias;

– Secretário de administração – George Peter;

– Secretária de Finanças – Mônica Maria Rodrigues;

– Diretor de Cultura – Ronaldo Gomes.

– Paulo Henrique – Assessor especial.

 

Jayme Modesto


Compartilhe:

Comentários: