Apicultores de Brotas de Macaúbas inauguram casa de mel com venda da primeira safra

A expectativa é aumentar o mix dos produtos.

 

Fonte: ASCOM SDR/CAR

Os agricultores familiares da Associação dos Apicultores do Vale do Riacho Grande (AAPIVARG), do município de Brotas de Macaúbas, estão comemorando a inauguração da Unidade de Processamento dos Produtos das Abelhas com a colheita de mel da Safra 2020/2021.   

 A primeira carga da produção, de 10 toneladas de mel, foi enviada diretamente para o entreposto de mel da Cooperativa Agropecuária dos Agricultores e Apicultores do Médio São Francisco (Coopamesf), localizada em Ibotirama,  que atua no Território Velho Chico com a organização da padronização, regularização de estoque, comercialização e produção dos núcleos de associações vinculadas, com a integração de políticas públicas. 

 

Unidade de Processamento dos Produtos das Abelhas.

A unidade de mel AAPIVARG foi implantada pelo Governo do Estado, por meio do projeto Bahia Produtiva, com o investimento de R$623,1 mil, e atende diretamente a 50 famílias. Foram entregues ainda kits de produção apícola, compostos por 500 colmeias, 50 equipamentos de proteção individual, 500 quilos de cera alveolada, entre outros utensílios, além da criação de identidade visual, marca, embalagem, impressão de rótulos, que visam o acesso ao mercado.  

  Comercialização e renda 

O mix de produtos comercializados é o mel a granel para exportação e a bisnaga de 500 g e 1 kg.

A AAPIVARG tem como principais atividades a recepção das melgueiras, processamento, padronização e comercialização da produção dos apicultores do município de Serra do Ramalho. Atualmente, o mix de produtos comercializados pela Associação é o mel a granel para exportação, via parceiros dos outros estados, e a bisnaga de 500 g e 1 kg. Com a parceria da Coopamesf, a expectativa é aumentar o mix dos produtos com a bisnaga de 250 gramas e sachês de 10 e 5 gramas. 

 A agricultora familiar e presidente da associação, Flávia Sodré, afirma que ver a casa de processamento de mel funcionando levou esperança para a comunidade: “É a chegada de renda para os apicultores de toda a região. Estamos radiantes de felicidade ao realizar esse sonho de ter a nossa casa de mel. Antes desse projeto, não tínhamos um comprador certo e, hoje, foi possível firmar uma parceria com a Coopamesf, onde temos um destino certo para a nossa produção. Um grande crescimento para nossa associação que nos faz sonhar mais alto”.  

 

 ATER 

 A AAPIVARG também vem sendo atendida com Assistência Técnica e Extensão Rural (ATER), pelo Bahia Produtiva. De acordo com o assistente territorial Gilmário Mendes, o objetivo é garantir uma organização de mercado, social e também da produção: “Nos empreendimentos apoiados pelo Bahia Produtiva já percebemos com esses investimentos um reposicionamento da associação, melhora na qualidade do produto e o aumento de capacidade instalada da casa de mel, atendendo de forma mais eficiente os apicultores envolvidos”.  

 O Bahia Produtiva é um projeto executado pela Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), com cofinanciamento do Banco Mundial.


Compartilhe:

Comentários: