Apoio dos prefeitos foi fundamental para aprovação de novos limites territoriais da Bacia do Rio Grande, afirma deputado

Assesssoria de Comunicação/Foto Reprodução

toinho-gab3-editadaO deputado estadual Antônio Henrique Júnior (PP) afirmou nesta segunda-feira (02), em entrevista à rádio Nova FM, de Barreiras, que a articulação com os prefeitos foi fundamental para a aprovação do Projeto de Lei nº 21.544/2015, de autoria do deputado Zó (PC do B), que redefine os limites territoriais dos municípios da Bacia do Rio Grande. Para o deputado, a sensibilidade dos gestores municipais teve papel decisivo na aprovação do projeto, que aconteceu na semana passada na Assembleia Legislativa.

“Os prefeitos, como representantes de seus municípios, participaram ativamente das discussões que nós articulamos na região e que contaram com a participação de técnicos do IBGE e da Superintendência de Estudos Econômicos da Bahia (SEI). Sem essa união não teria sido possível um acordo e, consequentemente, a aprovação do projeto”, afirmou o deputado no programa Caso de Política, apresentado por Edvaldo Costa.

A perda de recursos dos repasses estaduais e federais aos municípios foi recordada pelo deputado como um dos principais prejuízos que a não aprovação dos limites poderia acarretar para as 14 cidades da região (Angical, Baianópolis, Barreiras, Buritirama, Catolândia, Cotegipe, Cristópolis, Formosa do Rio Preto, Luís Eduardo Magalhães, Mansidão, Riachão das Neves, Santa Rita de Cássia, São Desidério e Wanderley).

 Aniversário – O parlamentar aproveitou a oportunidade para parabenizar o bairro Santa Luzia pelos 22 anos comemorados neste domingo (01). As obras de urbanização, como pavimentação de ruas, e a entrega de mais de 4 mil títulos aos moradores do bairro pelo prefeito de Barreiras, Antônio Henrique, foram lembradas pelo deputado.


Compartilhe:

Comentários: