Atualização do Sistema de Inspeção Municipal viabiliza expansão do mercado de produtos de origem animal, em Barreiras

Produtores rurais de Barreiras estão retomando o sonho de expandir e fortalecer a cadeia produtiva dos alimentos de origem animal, com a atualização do Sistema de Inspeção Municipal – SIM, através da Lei nº 1.472, já sancionada pelo prefeito Zito Barbosa. A partir da adequação na legislação, a Secretaria Municipal de Agricultura e Tecnologia poderá realizar a inspeção e fiscalização das produções, exclusivamente, do gênero animal junto aos produtores que desejarem ampliar a venda aos varejistas locais. Na manhã da terça-feira, 04, o vice-prefeito Emerson Cardoso, acompanhado do secretário de agricultura José Marques e do subsecretário de indústria e comércio Roberto de Carvalho, visitou duas agroindústrias que haviam paralisado as atividades pela falta do selo de inspeção e a empresa Deliave – Casa de Carnes.

No povoado Barreiras Sul, o produtor Manuel de Souza dedicou tempo e recursos para construir uma pequena unidade de abate e beneficiamento de frango caipira, com o apoio técnico da Secretaria Municipal de Agricultura.

“Temos capacidade para abater cerca de 70 aves por dia, mas como não tínhamos o serviço de inspeção que permite a revenda aos mercados, estávamos com o negócio parado. Hoje, meus planos são seguir trabalhando para garantir o meu sustento e da minha família, gerar empregos e dar oportunidade aos produtores vizinhos que já criam o frango, mas não têm o local ideal para o abate. Com fé em Deus, agora eu posso produzir com qualidade e todos vão se interessar em comprar”, disse o produtor emocionado.

Frango, ovos, pescado, laticínios e carne bovina são os itens de origem animal mais produzidos na zona rural do município. Agora, a Prefeitura de Barreiras deve estreitar ainda mais os laços com esses produtores para que eles levem seus produtos à venda devidamente inspecionados e com o selo SIM de confiabilidade.

“Costumamos dizer que o nosso trabalho junto com os produtores é da porteira para dentro. Aqueles que desejarem, receberão todo o suporte de orientação e apoio da nossa equipe técnica e dedicaremos um espaço especial na Secretaria para realizar os atendimentos de todos que aderirem ao Sistema de Inspeção Municipal”, destacou o secretário de agricultura José Marques.

O piscicultor Valter Júnior produz tilápia, tambaqui e iniciou a reprodução do peixe panga, a primeira da região. Agora, ele vê no selo do Sistema SIM, a oportunidade de ativar a sua agroindústria de pescado, construída há um ano com recursos próprios. “Hoje, empregamos diretamente cinco funcionários, a nossa expectativa é expandir para 20 funcionários, realizando o corte e a filetagem do peixe. Agora, poderemos produzir e certificar nosso produto, para que o consumidor tenha a garantia de que está consumindo um peixe que foi processado em ambiente seguro, com sistema de abate legalizado e inspecionado”, comentou.

As visitações foram finalizadas na empresa Deliave – Casa de Carnes, lá o proprietário Alex Virgínio falou aos gestores municipais do desejo de expansão e da vontade de aderir ao SIM. Isso permitirá, no futuro, a inserção dos produtos no mercado regional, conforme explicou o vice-prefeito Emerson Cardoso.

“Pudemos constatar o que já sabíamos. A atualização e regularização do selo de inspeção municipal era essencial para avançarmos na agroindustrialização da nossa produção. Vejo no olhar de cada empreendedor a esperança de dias melhores. Segurança alimentar, ampliação de mercado, aumento na oferta de emprego e produtos certificados são alguns benefícios que a aprovação dessa lei nos assegura. Nosso próximo passo é fomentarmos em parceria com o Consid, um selo de inspeção territorial facilitando a comercialização em toda região”, analisou o vice-prefeito.


Compartilhe:

Comentários: