Barreiras: Comunidades de Riachinho e Alto da Bela Vista recebem ações do Mutirão de Combate à Dengue

De casa em casa, as equipes de Agentes de Endemias e Atenção Básica levaram orientações aos moradores das comunidades de Riachinho e Alto da Bela Vista nesta manhã de quinta-feira, (17). Centenas de residências e chácaras foram visitadas, com intervenções dos agentes  na procura de potenciais focos de proliferação das larvas do mosquito Aedes Aegypti transmissor da Dengue, Zika e Chikungunya.

Com campanha educativa, folhetos explicativos e diálogos junto aos moradores, os agentes buscam conscientizar sobre a importância de cada um contribuir na  prevenção das doenças causadas pelo mosquito. O diretor do Centro de Controle de Zoonoses, Dorimar Almeida, explicou que a ajuda dos moradores é indispensável nesse momento.

 “Queremos trazer a população para junto das ações do governo municipal, para que ela também possa sentir a responsabilidade de cuidar dos espaços para preservar vidas. Acabamos de fazer o tratamento de caixas d ‘água contaminadas com larvas do Aedes, e isso é considerado comum nas localidades, mas nesse período temos que ficar de olho, não podemos deixar nenhum recipiente com água parada. Estamos lutando para combater o mosquito adulto e os focos, mas precisamos do apoio de cada um”, disse Dorimar.

Morador do Alto da Bela Vista, o aposentado Francisco Souza acompanhou parte dos trabalhos do mutirão. Ele enfatiza que a ação do governo é importante, mas precisa de uma ‘ajudinha da população’. “Muita gente não está levando a sério. Acha que pode jogar lixo na porta do outro. O mosquito que vem aqui vai até a casa deles também”, critica.

As equipes da Secretaria de Infraestrutura também acompanham o mutirão fazendo o recolhimento de lixo, além de limpeza de lotes, que é uma das principais preocupações do governo. “Apesar de intensificarmos o recolhimento, muitas pessoas estão deixando de lado o cuidado em seu próprio quintal. E isso não pode acontecer”, finaliza Dorimar.


Compartilhe:

Comentários: