Carnaval de Paratinga: Cores e Fantasias na Terra da Mãe Alegria

Paratinga promove um dos melhores e mais animado carnaval da região, pela sua tradição cultural e pela receptividade do seu povo

Jayme Modesto

Com o tema “Cores e Fantasias na Terra Mãe da Alegria”, a cidade de Paratinga promoveu mais uma edição do seu tradicional carnaval, o melhor e mais animado do Médio São Francisco, uma festa popular que é realizada na cidade há mais de 90 anos, sempre nas datas oficiais e com a participação de foliões nativos e vindos de todas as regiões, principalmente das vizinhas, como as cidades de Ibotirama e Bom Jesus da Lapa.

Uma multidão incalculável de foliões lotou a Praça 2 de julho, considerando ainda, o grande número de pessoas vindas da zona rural do município, onde reside quase 70% da população do município. O carnaval de Paratinga remonta aos antigos bailes de salão, bailes à fantasias e mascarados de rua. No ano de 1993, a folia se instalou definitivamente na Praça 2 de Julho, no centro da cidade, de onde se espalhou por outros circuitos.

Berço da centenária Filarmônica 13 de Junho, Paratinga mantém a tradição das bandas que executam velhas marchinhas, mesclando agora com outros ritmos, adaptando-se aos novos tempos, para agradar também aos foliões da nova geração.

 

A primeira noite de folia, foi no sábado, 10, ao som do trio elétrico Line, puxado pela banda Balagan, promovendo um verdadeiro arrastão pelas principais ruas no centro da cidade, com parada obrigatória na Praça 2 de julho, onde o prefeito Marcel Carneiro e sua equipe, acompanhado do deputado federal Luiz Caitano aguardava para fazer a entrega da chave da cidade ao Rei Momo.

Na solenidade oficial de abertura, além do prefeito Marcel Carneiro, estiveram presentes o presidente da Câmara, vereadores, secretários, diretores e outras autoridades, a exemplo do deputado federal Luiz Caitano.

A partir daí só foi azaração! A primeira atração a subir no palco foi a tradicional banda “Músicos da Terra” balançando a praça com as tradicionais marchinhas de carnaval, na sequência a irreverente Polentinha do Arrocha. E encerrando a noite, a famosa Banda Lordão. Milhares de pessoas curtiram os quatro dias da festa momesca.

No dia 11, a alegria ficou por conta das bandas: Polentinha, Lordão, Toinho & Cia, Ballanga e ainda contou com o apoio de um DJ.

No dia 12, animou à folia as bandas: Paulinho Paratinga, Ballanga, Músicos da Terra, Lucas Vaz, Motumbá e D’look.

A programação do carnaval de Paratinga 2018, foi finalizada com as bandas: Paulinho Paratinga, D’look, Kart Love, Ballanga, Banda Mel, Lucas Vaz e Ronigueto que abordo do Trio Line promoveu um arrastão pela ruas da cidade.

 

O diferencial do carnaval de Paratinga é que nas sedes dos tradicionais blocos, uma explosão de alegria com potentes sons móveis que levam os foliões de todas as idades ao delírio, numa movimentação que faz realmente com que o carnaval de Paratinga seja diferente.

A segurança foi outro ponto positivo da folia, garantida pelas polícias Civil, Militar e a Guarda Municipal. A organização foi da Secretaria de Cultura Promoção e Igualdade Racial.

 

Nas primeiras horas da manhã da quarta-feira, 13, foliões ainda dançavam na Praça 2 de Julho se despedindo desta grande festa, que certamente marcará a história dos carnavais e das festas populares de Paratinga.

Confiram mais detalhes da festa e da histórica cidade de Paratinga na edição impressa do Jornal Gazeta do Oeste.

 


Compartilhe:

Comentários: