Como saber se estou num site seguro?

Certificado de segurança é imprescindível parra o e-commerce – Imagem de salcapolupo por Pixabay

Uma preocupação comum a todos internautas de uma forma geral é sobre a segurança na internet. Hoje em dia, com tantos golpes online acontecendo, os internautas estão, cada vez mais preocupados em saber onde estão navegando e se os sites podem estar tentando roubar seus dados, dar um golpe ou contaminar a máquina com um vírus.

Segundo uma pesquisa feita em 2019 pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) e Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil), 12,1 milhões de brasileiros afirmaram terem sofrido algum tipo de golpe financeiro pela internet. A estimativa é que tantos golpes tenham desviado, à época, emn torno de R$ 1,8 bilhão em 12 meses.

Felizmente, a tecnologia da informação avançou muito nesses 30 anos e também a segurança online, pelo menos o suficiente para que os sites possam ser devidamente verificados antes mesmo de serem acessados, e é disso que iremos tratar neste artigo que, esperamos, vai te ajudar a navegar com segurança na internet, seja lá qual for seu interesse.

Faça a sua parte

Independentemente do tipo de site que você esteja navegando, mesmo que não seja um comércio eletrônico ou home banking, o risco de roubo de dados sempre existe, pois códigos maliciosos e vírus podem estar presentes em qualquer site. Dessa forma, todo internauta precisa se sentir seguro no mundo digital. Mas se o seu interesse está em fazer compras na internet sem risco de hackers descobrirem os dados do seu cartão, jogar cassino online com segurança ou baixar conteúdo com tranquilidade que seu computador não será invadido ou contaminado, basta seguir algumas dicas.

O primeiro passo para uma navegação segura é essa que você já deve estar imaginando desde o começo: ter um antivírus bom ativado o tempo todo. Para usuários com navegação mais superficial como usar as redes sociais e manter contatos profissionais através de redes de trabalho, um programa antivírus gratuito pode ser suficiente, inclusive.

Alguns softwares sólidos e de boa reputação são gratuitos como o Avast/AVG, o Avira e o Bitdefender, além do Microsoft Security Essentials para Windows Vista e Windows 7, ou Windows Defender para Windows 8.1 e Windows 10.

Mas se você é um usuário mais avançado, que precisa entrar em endereços internacionais, ou então que faz muitas movimentações financeiras usando seu computador (ou smartphone), pode ser uma boa ideia contratar um antivírus pago. Muitas vezes as empresas oferecem até mesmo pacotes com mais de um tipo de proteção e que pode ser aplicado no PC de mesa e no celular, por exemplo.

Indicativos de segurança

Você pode saber se está em um site seguro no momento em que entra nele e sem grandes dificuldades. Se estiver com o antivírus ativado e for um endereço considerado malicioso, é provável que seu software de proteção barre o acesso no ato.

Se isso não acontecer ou você ainda se sentir desconfiado por qualquer outro motivo, vá até a barra de endereço e clique no símbolo do cadeado que fica na parte esquerda. Ali você verá se o website que está acessando trabalha com certificados de segurança, como o protocolo SSL, que faz a comunicação criptografada entre o site e o navegador.

No caso de sites como cassinos online, bancos digitais ou versões de internet banking dos bancos tradicionais, entre outros, existem também selos específicos que atestam a segurança do ambiente virtual no qual você está entrando. Fique sempre de olho neles quando for visitar um endereço desconhecido do tipo.

Considere a experiência dos outros

Além das medidas preventivas e da verificação manual dos selos e certificados, uma boa ideia para saber se você está num ambiente confiável e saber mais sobre a experiência de outras pessoas.

Quando usadas corretamente, as redes sociais podem ser uma ótima ferramenta. Uma dica valiosa para começar sua pesquisa é verificar as páginas oficiais do site no qual está interessado. Vamos supor que seja uma casa de apostas online; procure pelo perfil oficial no Facebook, no Instagram, no LinkedIn e em quaisquer outros portais que achar necessário, como fóruns ou sites de reclamação. Um site que é excelente para saber a opinião das pessoas é o Reclame Aqui, no qual usuários podem deixar suas impressões negativas sobre qualquer empresa e este pode responder, solucionando problemas muitas vezes por ali mesmo.

O Reclame aqui dá notas para os serviços, sites e empresas, de modo que o usuário possa sabder se pode confiar ou não. Caso seja uma nota mediana ou você ainda tenha dúvidas, não hesite em ler o tema das principais reclamações, analisar exemplos de postagens (que ficam disponíveis para o público) e então entender melhor quais são os pontos fracos do site o qual deseja acessar – segurança pode ser um deles, justamente.


Compartilhe:

Comentários: