Em Barreiras, ações da Secretaria de Assistência Social reforçam conscientização sobre a violência e maus tratos contra os idosos

No mês de junho também é comemorado o Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra a Pessoa Idosa, celebrado no dia 15, com movimentos assistenciais que levantam debates sobre a situação da terceira idade em todos os países do mundo, principalmente após a pandemia, que mantém no mesmo ambiente a vítima e o agressor, o que resulta em violações diárias dos direitos dessa parcela da população. Para tratar mais sobre o assunto, a Prefeitura de Barreiras através da Secretaria de Assistência Social e Trabalho, tem desenvolvido nos CRAS e CREAS, palestras de conscientização.

Na manhã de terça-feira (29), a subsecretária Carmelita Pimentel esteve no CRAS II da Morada da Lua para participar de uma roda de conversa direcionada à proteção dos idosos. A equipe técnica do CREAS também participou, e as assistentes sociais e psicólogas dialogaram com os idosos que são acompanhados pelo Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos- SCFV. A coordenadora do CRAS II, Carla Quinteiro explica que existem várias formas de agressão aos idosos, sendo a psicológica e emocional facilmente constatadas.

“Mesmo com as restrições da pandemia, temos um cuidado especial com nossos idosos acompanhados pelo SCFV. Todos chegam avisando que estão imunizados, mas mesmo assim, tomamos todas as medidas de proteção, atendendo e tentando ajudar nos casos de violência familiar. Além da violência emocional, ainda temos o abandono, agressões verbais, financeira, sexual e até física, mas felizmente temos obtido uma ampla cobertura e atendimento dos casos”, disse a coordenadora.

Durante o evento, a equipe técnica do CREAS abordou os tipos de violência, assim como os direitos dos idosos. Foram distribuídos panfletos educativos com telefones úteis do Disque Direitos Humanos, Polícia Militar, Delegacias, CREAS e CRAS, como recurso para denúncias aos atos de violação dos direitos da pessoa idosa.

“Foi um momento educativo e de sensibilização. Ficamos felizes com a confirmação dos idosos atendidos pelo CRAS II que estão imunizados com a primeira e segunda dose, e, além disso, nossos equipamentos socioassistenciais estão conseguindo mapear e dar suporte a todos os usuários do SCFV. Continuamos com a conscientização nos equipamentos, buscando sempre dar apoio e atender com propriedade a demanda do cidadão de mais idade”, finalizou a subsecretária Carmelita.


Compartilhe:

Comentários: