Em Barreiras, auditores fiscais do trabalho debatem segurança e saúde em postos de combustíveis

Evento reúne postos de combustíveis da região para verificação da legislação trabalhista, em especial, o Anexo 2 da NR-9

Foto Reprodução

Ascom

A fim de informar e esclarecer dúvidas sobre os quesitos de segurança e saúde nos ambientes de trabalho dos postos de combustíveis, especialmente os dispostos no Anexo 2 da NR-9, a Gerência do Trabalho em Barreiras reunirá na quinta-feira (28), às 09 horas, no auditório do Instituto Federal da Bahia – IFBA, representantes de postos de combustíveis da região. Cerca de 80 postos notificados pelos auditores fiscais do trabalho foram convocados para estarem presentes na audiência.

A Audiência integra a primeira etapa do projeto estadual de fiscalização em empresas do setor. Eventos similares já foram realizados nos municípios de Camaçari, Vitória da Conquista, Salvador, Juazeiro, Feira de Santana, Ilhéus, Eunápolis e Santo Antônio de Jesus, envolvendo os postos dos municípios localizados nas circunscrições das gerências regionais do trabalho.

Segundo o Auditor-Fiscal do Trabalho Paulo Conceição, que coordena o Projeto no Estado da Bahia, o principal objetivo da audiência é esclarecer as dúvidas das empresas sobre as exigências dispostas no Anexo 2 da NR-9 que trata da exposição Ocupacional ao Benzeno em Postos Revendedores de Combustíveis.

Durante a programação do evento, será apresentada de forma detalhada a notificação e esclarecido as exigências legais pertinentes ao tema, particularmente quanto à proteção contra a exposição ao benzeno que é um composto químico cancerígeno, o que exige por parte das empresas a adoção de medidas protetivas especiais para a preservação da saúde dos trabalhadores do setor. Após essa etapa, os auditores darão início às ações de fiscalização nos postos de combustíveis do Estado a fim de verificarem se as exigências da norma estão sendo cumpridas pelas empresas.

Realização: Gerência Regional do Trabalho em Barreiras. Tel.:77-3611- 3689


Compartilhe:

Comentários: