Empresa desenvolve políticas flexíveis de trabalho para colaboradoras que são mães

No Mês das Mães, o Laboratório Sabin mostra que, além de abrir espaço para as mulheres, é importante valorizar e dar condições para que elas possam realizar o sonho de ser mãe

 

Happy hipster businesswoman working on laptop in her office

77% dos colaboradores do Laboratório Sabin são do sexo feminino (Foto Reprodução)

Texto & Cia Assessoria de Comunicação

A maioria das mulheres tem o sonho de ser mãe. Muitas desejam também se realizar profissionalmente. Mas, o grande desafio é conciliar os dois ofícios. De acordo com uma pesquisa do Instituto Data Popular do ano passado, o Brasil tem 67 milhões de mães, mas menos da metade delas trabalham, apenas 46%. Esses números refletem a dificuldade que muitas encontram em dar conta dos papéis de mãe, esposa, dona de casa e profissional. Para mudar esse cenário, além de abrir espaço para elas nas empresas, é importante também instituir políticas específicas e mais flexíveis para o trabalho.

No Laboratório Sabin, por exemplo, 77% dos seus colaboradores são do sexo feminino. Na Bahia, o Sabin possui 105 mães em seu quadro de funcionários, sendo 93 em Salvador e 12 em Barreiras. Isso é resultado de uma política de gestão de pessoas que valoriza a mulher, como explica a gerente de pessoas do laboratório, Mariana Bittar: “Sabemos o quanto é difícil conciliar diversos papéis. Por conta disso, temos um enorme cuidado em proporcionar um ambiente favorável às nossas colaboradoras, para que elas não desistam do sonho de realização profissional  por causa das dificuldades do dia a dia”.

Desde a decisão de casar até a de ter filhos, o Sabin dá todo suporte e apoio às suas colaboradoras. Auxílio Casamento, Programa Gestação, Auxílio Enxoval de Bebê, Incentivo ao Chá de Fraldas e Auxílio Babá são alguns dos benefícios oferecidos pela empresa.

“Isso demonstra o nosso reconhecimento e a nossa atenção em participar de todos os momentos da vida dessa mulher moderna que conquistou seu espaço no mercado de trabalho, além de uma tentativa para contribuir para a sua realização pessoal, como mulher e mãe, sem que para isso ela precise desistir dos seus objetivos profissionais”,  reforça Mariana Bittar.

Todos esses benefícios proporcionados às mulheres levaram o Laboratório Sabin a conquistar este ano o prêmio de Melhor Empresa para a Mulher Trabalhar 2016, segundo o Great Place to Work (GPTW). A empresa também se tornou signatária dos 7 Princípios de Empoderamento das Mulheres, estabelecido pela ONU Mulheres, sendo um deles o tratamento de todas as mulheres e homens de forma justa no trabalho, respeitando e apoiando os direitos humanos e a não-discriminação.

 


Compartilhe:

Comentários: