Empresários de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães aprovam o Renova Varejo

As consultorias implementam melhorias nas empresas para aumento da competitividade visando impacto direto nas vendas


 

Por: Silvania Costa

Ao realizar o Renova Varejo durante a pandemia e em tempos em que a comunicação está totalmente transformada, o Sebrae leva ao empreendedor a possibilidade de competir de forma segura, garantindo a permanência no mercado com a oferta de serviços de qualidade e alcançar sucesso nas vendas com novas técnicas de trabalho. Neste projeto, o Sebrae tem parceria com a Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas da Bahia (FCDL) e a Federaçao do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (Fecomércio).

Das 300 empresas que participam do Renova Varejo na Bahia, 24 são das cidades de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães. “A consultoria é formatada para atender às necessidades deste momento de pandemia, com foco em estratégia de marketing e vendas, especialmente no ambiente digital, em virtude do avanço das compras online e das novas exigências para os protocolos de saúde”, disse a gerente do Sebrae regional Barreiras, Adriana Morais.

Para funcionar bem, o Sebrae oferece oito horas de consultoria, online e presencial, por mês, para cada empresa, faz um diagnóstico da situação nas áreas de finanças, marketing, vendas, atendimento, estoque e marketing digital, elabora um plano e implementa ações de melhoria onde for necessário. Nas duas cidades, o Renova Varejo já apresenta resultados positivos.

“Minhas vendas aumentaram 22%. No mês de maio trabalhamos só com watsap e instagram, e mesmo com o comércio fechado por conta da pandemia conseguimos vender por causa das estratégias de vendas indicadas pelo Sebrae, e estou com boa expectativa, acredito que até o final da consultoria, a gente consiga um aumento de 50% nas vendas”, disse Maria dos Passos, dona da empresa de roupas, BB Básico, em Barreiras.

Em Luís Eduardo Magalhães, assim como Barreiras, existem empreendedores que estão recebendo esse tipo de atendimento direcionado pela primeira vez. “Tudo isto é muito positivo. Temos boa expectativa não só em relação à melhoria das vendas como também na mudança de comportamento da equipe. Vamos ganhar muito trazendo o conhecimento do Sebrae para dentro da empresa”, disse o proprietário da empresa de equipamentos de proteção, Grupo Focal, Luís Fernando Takahashi.

As consultorias começaram no mês de abril e têm duração de seis meses. Para este ano, o Renova Varejo já fechou todas as vagas.


Compartilhe:

Comentários: