Moradores dão abraço simbólico em defesa do Rio Grande

Barreirenses estão preocupados com o futuro dos rios da região

 

IMG_8802

O baixo nível no volume de águas do Rio Grande, principalmente do Rio de Ondas preocupa a população (FOTO: Cheilla Gobi)

Cheilla Gobi

Moradores de Barreiras, no Oeste da Bahia se mobilizaram nesta quarta-feira (07/06), em prol da defesa do uso racional das águas do Rio Grande. Realizado na Praça Landulfo Alves no Cais de Barreiras, o evento intitulado de “Abraço ao Rio Grande” foi uma forma de sensibilizar a população da região e órgãos de fiscalização ambiental sobre a situação crítica dos rios da região.

Nos últimos dias, a população ficou em alerta em relação ao baixo nível no volume de águas do Rio Grande, principalmente do Rio de Ondas, com a divulgação de imagens nas redes sociais.

IMG_8901

O ato simbólico foi organizado em uma ação conjunta entre poder público, instituições socioambientais, acadêmicas e culturais. Os organizadores apontam a manifestação como uma forma de lutar contra o atual ritmo de desperdício, consumismo, exploração econômica e devastação ambiental que impactam os rios, principalmente nesta época de estiagem.

Frases como: “O rio pertence ao povo”, “dele depende a nossa sobrevivência”, “os nossos rios não podem morrer”, os manifestantes fecharam o grande abraço, na orla do cais.

Na manifestação, o prefeito Antônio Henrique de Souza Moreira assinou o Decreto Municipal 292/2016, que estabelece regime especial de fiscalização dos rios, como forma de defender os recursos hídricos que fazem parte do território de Barreiras. O decreto tem a função de reforçar a fiscalização por parte dos órgãos ambientais.

IMG_9025

Prefeito assina Decreto Municipal que estabelece regime especial de fiscalização dos rios (FOTO: Cheilla Gobi)

Fica determinado para que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, por meio de portaria, elabore o regimento para o processo de fiscalização, objeto deste decreto. Autoriza as autoridades competentes administrativas da secretaria de Meio Ambiente diretamente pelas ações de fiscalização, a determinar, executar diagnósticos das situações que resultam na baixa vasão dos rios e contenção na degradação nas margens dos rios municipais, bem como a adoção de todas as medidas administrativas legais. Segundo o prefeito, os ministérios públicos, estadual e federal também vão ser acionados para acompanhar o processo.

Na oportunidade, também foi lida uma carta compromisso em defesa do Rio Grande, Rio Branco, Rio de Ondas e seus afluentes que será encaminhada ao governador Rui Costa, com diversas preocupações da sociedade.

“Essa carta foi discutida entre as entidades durante a 5ª Conferência das Cidades. É necessário defender uma cultura da sustentabilidade ambiental e partilha dos recursos naturais, para que no futuro Barreiras não se prive desse patrimônio natural”, destacou o secretário de Meio Ambiente de Barreiras, Nailton Almeida.

IMG_8895

O prefeito, secretários e servidores públicos participaram do manifesto (FOTO: Cheilla Gobi)

IMG_8916

FOTO: Cheilla Gobi

IMG_8863

Na oportunidade, grupos dos serviços sociais se apresentaram na Praça Landulfo Alves (FOTO: Cheilla Gobi)


Compartilhe:

Comentários: