Município de Santana comemora 127 anos de independência

Para comemorar a data, a Prefeitura organizou uma programação completa durante toda a semana, incluindo as entregas, inaugurações e apresentações culturais

Fotos: Cleriston Frota

 

Jayme Modesto

Com investimentos em saúde, infraestrutura e abastecimento de água, o município de Santana, no Oeste da Bahia completa 127 anos de independência política, e uma extensa programação fez parte das comemorações.

No dia 16/12, uma missa solene foi celebrada às 8hs.  Para coroar a festa, o ‘parabéns’ foi cantado por todos, na Praça da Bandeira, com direito ao bolo de 127 metros, correspondendo cada metro para cada ano de idade.

São 127 anos de história política e com motivos de sobra para comemorar. Em menos de um ano a frente do governo, o prefeito Marcos Cardoso já investiu no município mais de R$ 3 milhões de reais, distribuídos em diferentes áreas, como infraestrutura, saúde, cultura e abastecimento de água.

A prefeitura organizou uma programação completa durante toda a semana, incluindo as entregas, inaugurações e apresentações culturais em diferentes espaços. Somente no sábado, 16, foram entregues três ambulâncias, três veículos para secretarias, recuperação de estradas, convênios de assistência técnica para a zona rural e assinatura de licitação para a reforma do Hospital Dr. Francisco Flores. Ainda foram apresentados os projetos do teatro e do mercado municipal em 3D, e foi inaugurada a iluminação natalina. Para o prefeito Marcão, o bolo e as inaugurações é uma tradição que vai manter na cidade.

“Não poderia deixar de resgatar essa festa tão bonita para nossa cidade que é o aniversário, com o bolo do tamanho do coração do povo desse município gigante. A festa só está completa com as nossas inaugurações e entregas, porque esse é o presente principal, cuidar do nosso povo, e olhar para quem mais precisa. Temos muito que comemorar”, festejou o prefeito.

Programação Cultural

A festa que começou por volta das 17h na Praça da Bandeira só terminou depois da final do Femusan, Festival de Música de Santana, e com os shows de Itállo Silva e Bandalana, animando os santanenses até a madrugada.

No primeiro Festival de Música de Santana (Femusan) foram quatro premiações diferentes. No terceiro lugar, Maurício Camargo interpretou “Fome de Mim” e levou para casa um troféu e R$ 700,00. No segundo lugar e com prêmio de R$ 1.500,00, Valter Bui cantou “Caipira Original”. Já o primeiro lugar, Adriano Araújo cantou a “A Estrela mais bela”, conquistou os jurados e além dos R$ 2.500,00, ainda ganhou R$ 300,00 por ter escolhido como melhor intérprete. Eles foram selecionados depois de duas apresentações entre 25 candidatos, todos santanenses.

Várias autoridades participaram das comemorações dos 127 anos de Santana, entre elas o deputado estadual Antônio Henrique Junior e o deputado federal Mário Negromonte Junior, que representam o município e canalizaram recursos através de emendas parlamentares.

 


Compartilhe:

Comentários: