Policlínica: desafogar o sistema e humanizar o atendimento são metas da diretoria

Em Barreiras a unidade de Saúde atende mais de 21 municípios do Oeste do estado.

 

Jayme Modesto

Humanizar o atendimento, torná-lo individual e aumentar a satisfação dos pacientes. Estas são as principais metas da direção geral da Policlínica de Barreiras – referência no atendimento de media e alta complexidade da unidade de saúde, que atende mais de 21 municípios do Oeste do estado.

O balanço foi feito pela diretora geral da unidade Tâmara Miranda, em entrevista ao Programa Encontro Marcado da TV Câmara, apresentado pelo âncora Jayme Modesto.

De acordo com a diretora a estratégia é estreitar o relacionamento entre direção, médicos e todos os servidores, como forma criar um canal de comunicação saudável, que visa a melhoria dos serviços oferecidos a população dos municípios consorciados.

Tâmara Miranda avaliou positivo, os seis meses de implantação da unidade de saúde em Barreiras, mesmo faltando a ativação de algumas especialidades.

Falou também do funcionamento e atendimento, da logística junto aos municípios para conduzir os pacientes até a unidade, quais especialidades estão disponíveis, qual a área mais demandada, entre outros assuntos.

“O programa Policlínica está sendo uma ferramenta muito importante para diminuir filas de espera em algumas especialidades e a meta é ampliar a oferta, bem como a qualidade dos serviços oferecidos. Tenho certeza que as Policlínicas Regionais de Saúde estão mudando a realidade da assistência de média e alta complexidade na Bahia”, pontuou a diretora.

As Policlínicas são construídas em regiões estratégicas no interior do Estado e possibilitam descentralizar a assistência, regionalizando o atendimento ao cidadão, que passa a ter acesso aos serviços perto de casa, sem precisar se deslocar a longas distâncias ou aguardar tempo excessivo para o atendimento.

A Policlínica de Barreiras é gerida pelo Consórcio Interfederativo de Saúde – Consob.

 


Compartilhe:

Comentários: