Posto de gasolina é desapropriado e demolido em Bom Jesus da Lapa

posto

Posto

ASCOM PMBJL

Um imbróglio que se arrastava há muitos anos finalmente chegou ao fim. O prefeito Eures Ribeiro decretou a desapropriação e posterior demolição de um posto de gasolina que funcionava indevidamente em uma praça de Bom Jesus da Lapa. O empreendimento particular, que já estava desativado há algum tempo, foi erguido em terreno do município. Com o crescimento da cidade, ele ficou literalmente sobre a praça pública.

Além de garantir a ampliação da Praça Marechal Deodoro da Fonseca, o decreto 071, de 21 de junho de 2016, visa proteger a integridade física da população, já que o posto estava localizado em uma área bastante movimentada, impondo riscos aos transeuntes.

“Eu simplesmente agi com lei e fiz o que tinha que ser feito, mas que nenhum outro gestor teve coragem de executar, arrastando essa situação por décadas. Indenizamos devidamente os antigos donos e desapropriamos a área para fazer a demolição. Este, aliás, era um desejo antigo da população lapense”, salientou o gestor após autorizar a demolição da estrutura.

Eures ainda lembrou que trata-se de um caso de saúde pública, já que havia o risco iminente de explosão. “É proibido, por lei, o funcionamento de postos de combustíveis ou qualquer empreendimento que tenha produtos inflamáveis dentro de circuitos carnavalescos ou festivos. E este era o caso, pois o empreendimento funcionava em cima da principal praça da cidade, palco de grandes festas. Foi um milagre nunca ter acontecido uma tragédia. Agora, estamos definitivamente livres desta possibilidade”, completou.


Compartilhe:

Comentários: