Produtores visitam área de cacau no oeste

No campo os fruticultores reuniram informações para o zoneamento da área.

ASCOM SPRB
Para intensificar o desenvolvimento de novos produtos oriundos da fruticultura da região oeste da Bahia, em especial do cacau, na última quinta-feira (28) produtores visitaram a Fazenda Santa Helena no perímetro irrigado Nupeba e a Estância Solaris no perímetro irrigado Riacho Grande, ambos em Riachão das Neves.
No campo, os produtores Antelmo Pinto, Cisino Lopes, Moisés Schmidt e Paulo Mizote e, o professor (de que) da Universidade Federal da Bahia (UFOB) Marcos Vidal, constataram a qualidade dos frutos,  a viabilidade da alta produtividade cacaueira aqui na região e produtos em fase de desenvolvimento, como o NIBS (o que NIBS?).  Juntos eles reuniram informações para dar andamento à solicitação do Zoneamento Agrícola de Risco Climático (ZARC).
Para o produtor e presidente do Sindicato dos Produtores de Barreiras (SPRB), Moisés Schmidt, esse foi um importante passo para a potencialização do desenvolvimento da cultura do cacau no oeste e oportuniza a realização de ações que beneficiará o setor. “Nesta semana estive em Brasília para um encontro com o diretor da Comissão Executiva do Plano da Lavoura do Cacau, Guilherme Galvão, e entreguei a solicitação do Zoneamento Agrícola de Risco Climático na área do cacau da nossa região. O zoneamento é uma ferramenta que contribuirá com a expansão do cultivo e para isso é necessário estudo detalhado para planejamento e execução de políticas que favoreçam o cultivo cacaueiro. As parcerias entre as instituições do agro serão importantes nesse momento para que possamos retomar o diálogo com o governo estadual”, pontuou Schmidt.


Compartilhe:

Comentários: