Programa Casa Bela já entregou 215 casas nas comunidades rurais de São Desidério

Desde 2017 a ação do governo municipal garante moradia digna a famílias que vivem em situação de risco social e vulnerabilidade.


Mais de 200 casas já foram entregues e outras já estão agendadas para entrega. Foto: Ascom SD

 

Ivana Dias

Os moradores de mais de 30 comunidades rurais de São Desidério estão sendo beneficiados com doações do Programa Casa Bela. Desde 2017 o sonho da casa própria se tornou realidade para muitas famílias que viviam em locais totalmente sem estrutura e segurança.

O Programa Casa Bela foi criado pelo governo municipal de São Desidério por meio da Secretaria de Assistência Social e da Secretaria de Infraestrutura, Transportes e Serviços Públicos e, já está em sua terceira fase com mais de 215 casas populares entregues e outras agendadas para entrega, garantindo assim, moradia digna a famílias que vivem em situação de risco social e vulnerabilidade.

A senhora Divanilza Maria agora sente-se realizada com a sua casa. “Naquele tempo eu não tinha banheiro, meu banheiro era uma lona com pedaços de caixa. Agora eu estou muito feliz, graças a Deus”, disse Divanilza.

As famílias atendidas pelo Programa são cadastradas pela Secretaria de Assistência Social e a partir dessas informações é realizado um diagnóstico observando os critérios do Programa. “Este é um dos principais programas desenvolvidos pela Prefeitura de São Desidério, pois oferta moradia digna e leva melhoria na qualidade de vida das famílias que viviam em situação de vulnerabilidade. Ainda temos muito trabalho pela frente para atender mais famílias, estamos trabalhando em todos os setores para ofertar serviços de qualidade para o povo de São Desidério”, pontuou o prefeito do município, José Carlos de Carvalho.

 

Moradores de mais de 30 comunidades rurais de São Desidério estão sendo beneficiados. Foto: Ascom SD.

 

As famílias passaram a morar com dignidade e conforto, deixando para trás uma vida de sofrimento nas casas de palha, enchimento e barracos de lona. A maioria dos imóveis do Programa Casa Bela seguem um padrão estrutural com sala, cozinha, banheiro, dois quartos e lavanderia. Em alguns casos, os cômodos são ampliados ou modificados de acordo com a necessidade da família.

Seja na comunidade de Sucupira, de Lagoa da Rosa, Pontezinha, Guará, Olho D’Água das Marias, Curral Novo, Cocal, Ribeirão dos bois, Tucano, Ponta d’Água, Lamirim, entre tantas outras, só encontramos gente feliz por ter a oportunidade de participar de receber a casa nova.

“Esse foi um projeto que mudou minha vida”, disse o morador Sebastião Oliveira. A Teodora Ferreira e a Adelice Pereira realizaram um sonho, “meu sonho, minha alegria porque vou entrar na minha casa com meu filho”, disse Teodora. “Sempre sonhei e desejei um dia conseguir possuir uma casa”, enfatizou a Adelice.

“Ver a situação das famílias que moram numa casa sem teto, totalmente destruída é questão de humanidade, é questão de gestão, isso é um olhar diferenciado para as pessoas que realmente precisam de um olhar especial”, concluiu a secretária de Assistência Social, Josefa Soares.


Compartilhe:

Comentários: