Rede municipal de ensino de São Desidério segue com atividades pedagógicas remotas

A rede municipal de ensino de São Desidério, nesse período pandêmico, vem desenvolvendo um trabalho pedagógico organizado no ano continuum 2020/2021, mediado pela oferta de atividades não presenciais, com prática assegurada pela Lei 14.040/2020 que estabelece normas educacionais excepcionais a serem adotadas durante o estado de calamidade pública reconhecido pelo Decreto Legislativo Nº 6 de 20 de março de 2020.

A Prefeitura por meio da Secretaria Municipal de Educação (SEDUC) tem procurado desenvolver o trabalho pedagógico com as atividades não presenciais para o ano continuum 2020/2021, garantindo os direitos de aprendizagem dos alunos numa dinâmica de atendimento às famílias na entrega de atividades escolares no campo e na cidade, envolvendo profissionais de educação, comunidade e a Secretaria de Educação.

Segundo a Lei 14.040/2020, o processo educacional teve como base os saberes necessários para esse período, concretizando uma progressão contínua para 2020/2021 com cumprimento da carga horária total de 1600 horas. O trabalho é pautado com base em um planejamento nas escolas, que iniciam com elaboração de planos de cursos, sequências didáticas e atividades co-orientadas para o desenvolvimento e conclusão do ano continuum 2020/2021.

De acordo com a SEDUC, o trabalho pedagógico do ano continuum 2020/2021foi organizado em duas etapas. A primeira etapa concluída em julho de 2021 contemplou a organização de um monitoramento do trabalho pedagógico em todo o município, com diversas ações a exemplo da realização do conselho de classe no período de 26 a 30/07 envolvendo todas as escolas do campo e da cidade. O conselho de classe contou com um formato diferente divido em quatro momentos: correção das atividades, autoavaliação, diálogo deliberativo e busca ativa.

“O conselho escolar em formato de atividades não presenciais fundamenta-se numa análise criteriosa da responsabilidade social com a educação. Nesse contexto, a Rede Ensino de São Desidério, tem buscado ao longo desse período garantir os direitos de aprendizagem para todos os estudantes, pautando-se no respeito e solidariedade à vida”, afirmou a secretária de Educação, Ileia Almeida.

Ascom SD


Compartilhe:

Comentários: