Responsável pelas ações de saúde do trabalhador em 14 municípios do Oeste, CEREST-Barreiras é destaque na avaliação do Ministério da Saúde

Localizado no centro da cidade, na Rua Guadalajara, nº 578, o Centro de Referência do Trabalhador – CEREST Regional/Municipal, como componente estratégico da rede de atenção à saúde, tem por atribuição prestar apoio técnico pedagógico especializado em saúde do trabalhador às equipes técnicas de todos os pontos da rede do Sistema Único de Saúde (SUS), orientando-os em suas práticas de atenção à saúde com vistas a identificar a relação do adoecimento  no trabalho e no desenvolvimento de ações de promoção, proteção, prevenção e recuperação da saúde dos trabalhadores em seu território.

O CEREST Regional de Barreiras obteve pontuação final de 130 pontos no ano de 2020, e foi avaliado pelo Ministério da Saúde com atuação satisfatória no que se refere ao desenvolvimento das ações de saúde do trabalhador no território de Barreiras e nos 14 municípios da sua área de abrangência. A avaliação do Ministério da Saúde é baseada no indicador de saúde do trabalhador contemplado no PNS 2020/2023, o qual se propõe mensurar a qualidade da atuação dos CEREST regionais e municipais no âmbito da RENAST e da Rede de Assistência à Saúde na perspectiva da integralidade do cuidado à saúde do trabalhador.

Conforme a coordenadora do CEREST, Janaina Oliveira, essa avaliação trata-se de um indicador de processo, com metas anuais de ações em saúde do trabalhador a serem concretizadas pelo CEREST. “A avaliação é importante para nortear as ações a serem desenvolvidas pelo CEREST na microrregião de saúde Oeste, e nos dão subsídios para ponderação dos impactos da saúde e segurança dos trabalhadores, uma vez que essas ações têm o intuito de demonstrar o quanto é necessário intervir nesses ambientes e processos de trabalho para que os torne em um ambiente amistoso e saudável para esses trabalhadores.”

Ainda de acordo com Janaina Oliveira, essas ações vêm sendo ampliadas a cada dia na Rede de Assistência à Saúde de Barreiras com atendimento médico em saúde do trabalhador, atividades de educação permanente para os profissionais da saúde da rede, atividade de saúde para a população, matriciamento da Atenção Primária à saúde e especializada, apoio matricial e institucional para os 14 municípios da área de abrangência, e fiscalização de ambientes e processos de trabalho que se intensificaram ainda mais diante da pandemia causada pela Covid-19.


Compartilhe:

Comentários: