Semana Santa: Mais um ano de celebrações com restrições devido a Covid-19

Em Barreiras haverá celebração presencial seguindo rigorosamente os protocolos de segurança e higiene.


 

Foto: Reprodução

 

Ivana Dias

Em 2021 o mundo vive a segunda Semana Santa com restrições devido à pandemia da Covid-19. Para os católicos, a Quaresma é uma das datas mais importantes do calendário litúrgico, o momento de celebrar, de se preparar para a Páscoa do Senhor, de vivenciar os mistérios da Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus.

Com o objetivo de garantir que os santos mistérios sejam celebrados de forma eficaz nas comunidades, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos emitiram uma nota aos bispos e às Conferências episcopais de todo o mundo.

De acordo com a nota enviada é recordado que continua válido o Decreto do Dicastério, a pedido do Papa Francisco, de 25 de março de 2020. Continuam válidas as indicações do ano passado para as celebrações do Domingo de Ramos, da Quinta-feira Santa e da Vigília Pascal.

Ainda na nota, a Conferência Episcopal sugere para as celebrações da Semana Santa “facilitar e privilegiar a difusão midiática das celebrações presididas pelo bispo, encorajando os fiéis impossibilitados de frequentar a própria igreja a acompanharem as celebrações diocesanas, como sinal de unidade”.

E que em todas as celebrações é necessário “prestar atenção a alguns momentos e gestos particulares, em conformidade com as exigências sanitárias”. Também é incentivada “a preparação de subsídios adequados para a oração familiar e pessoal, valorizando também algumas partes da Liturgia das Horas”.

 

 

Celebrações em Barreiras

 

Bispo Dom Moacir Silva Arantes. Foto: Diocese de Barreiras.

 

Em Barreiras, o Bispo Diocesano Dom Moacir Silva Arantes, emitiu uma mensagem à comunidade lamentando, a “tragédia cotidiana que nos envolve com as incertezas no campo da saúde, no campo político-social e também nas instáveis aplicações dos decretos do poder constituído acerca do enfrentamento da COVID-19” e também, ressaltou o significado e importância da Semana Santa para todos.

“Que os mistérios pascais despertem em nós a urgência da solidariedade simbolizada na coleta da evangelização; da conversão pessoal significada nos exercícios quaresmais da oração, do jejum e da caridade”, pontuou Dom Moacir.

Na publicação, Dom Moacir comunica que após consulta aos entes administrativos do Comando de Policiamento da Região Oeste através do ofício interno n. 031/CPRO/SRHS e também a assessores jurídicos, foi decidido celebrar a Semana Santa de forma presencial.

Na decisão é recomendada a presença de pessoas que respeitarem rigorosamente os protocolos de segurança e higiene e não pertencerem a grupos de riscos, respeitando todas as medidas sanitárias exigidas, inclusive os horários e, sobretudo a capacidade determinada.

“Recomendamos aos fiéis que tenham a possibilidade de permanecer resguardados em seus lares, que assim o façam. Evitem sair sem real necessidade e aproveitando este tempo para aprofundar a oração, a leitura da Bíblia, a meditação, o Santo Rosário, o diálogo familiar sobre os temas religiosos, fomentando um tempo de catequese familiar como uma pequena Igreja doméstica. Aqueles que, por motivo justo e necessário, precisarem deixar seus lares o façam seguindo rigorosamente os protocolos de higiene e segurança apresentados pela vigilância sanitária”, concluiu Dom Moacir.

Reprodução: Diocese de Barreiras

 

CATEDRAL SÃO JOÃO BATISTA

  • QUINTA-FEIRA SANTA:  Missa da Ceia do Senhor 16h.

 

  • SEXTA-FEIRA SANTA:

Via-Sacra às 06h.

Adoração ao Santíssimo a partir das 09h.

Celebração da paixão às 15h.

 

  • SÁBADO SANTO:

Vigília pascal às 16h.

 

  • DOMINGO DE PÁSCOA:

Catedral às 08h.

Catedral às 16h.

 

*Informações sobre as outras paróquias no endereço: https://diocesedebarreiras.org.br/destaques/santa-missa-presencial-de-ramos.

 


Compartilhe:

Comentários: