Barreiras recebe Carreta da Saúde e o Projeto “Roda-Hans”

  • Nos dias 12 e 13, profissionais realizarão diagnósticos e manejo clínico na Praça Castro Alves

    Dircom 

    Na próxima segunda-feira (11) Barreiras receberá o projeto intitulado “Roda-Hans: Carreta de Saúde – Hanseníase, cujo objetivo é ofertar atendimento qualificado, através dos médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem das unidades básicas de saúde, que irão participar da capacitação.

    O projeto Roda – Hans é uma iniciativa do Ministério da Saúde em parceria com o Núcleo Regional de Saúde (NRS/Oeste), Secretaria Municipal de Saúde, DAHW Brasil e da Novartis Brasil, que visa realizar um trabalho inovador, efetivo, atento às reais necessidades locais e, sobretudo estimular a participação da população em ações de promoção à saúde, bem como capacitar profissionais da Rede Primária para o diagnóstico da hanseníase.

    A capacitação teórica e prática acontecerá no auditório da Universidade Federal do Oeste (UFOB) e reunirá os profissionais: médicos, enfermeiros e técnicos de enfermagem que atuam na rede da Atenção Básica de Barreiras e dos profissionais de Angical, Catolândia, Baianópolis, São Desidério e Luís Eduardo Magalhães.

    Nos dias 12 e 13, terça e quarta-feira, a Carreta ficará na Praça Castro Alves. Os profissionais realizarão diagnósticos e manejo clínico nas pessoas que tenham manchas suspeitas a partir das 08h.

    A hanseníase tem cura, o tratamento é gratuito e totalmente realizado pelo SUS. Em 2018, foram diagnosticadas cerca de 115 pessoas com hanseníase em Barreiras. Já em 2019, onze pessoas também iniciaram o tratamento.

    “Serão quatro momentos importantes destinados aos profissionais com a capacitação prática, esse momento é fundamental para os nossos colaboradores que serão multiplicadores no nosso município, seja no diagnóstico ou no tratamento da hanseníase. Em Barreiras, o tratamento é realizado na Unidade de Saúde Leonídia Ayres, e nos dias 12 e 13 será realizado atendimento ao público na Praça Castro Alves, com foco em analisar manchas suspeitas de hanseníase”, destacou o secretário municipal de saúde, Anderson Vian.

     


    • Compartilhe:

    Comentários: