Vacinação contra a gripe inicia nova etapa

  • O público em geral tem até o dia 14 de junho para vacinar.


    Ivana Dias

    A campanha de vacinação contra Gripe Influenza terminou na sexta-feira (31) para o público-alvo da ação e nesta nova fase que iniciou segunda-feira (03) e se estende até o dia 14 de junho, está disponível para o público em geral.

    De acordo com a Coordenação do Programa de Imunização (Copin), em Barreiras a meta é vacinar 38.497 pessoas. Até o final de maio/2019 a cobertura vacinal está registrada em 88%, com 33.823 doses aplicadas. O alerta para a população é que nesse período a vacina está disponível nos 26 postos de saúde da cidade, nos horários de atendimento de 7h30 as 11h30 e das 13h30 às 17h30, tanto para o público em geral, quanto para as pessoas do grupo prioritário que ainda não imunizaram.

    Já em São Desidério, segundo a Coordenação de Atenção Básica, o município ficou entre os cinco primeiros que alcançaram a meta na região oeste. “Foram realizadas muitas ações com busca ativa e roteiros na zona rural para alcançarmos a meta”, disse a coordenadora do programa, Tatiane Rodrigues. A meta de São Desidério era imunizar 90% de cada público alvo e o objetivo foi alcançado – crianças 92%, gestantes 100%, trabalhador da saúde 94%, puérperas 112%, idosos 93%, professor 178% e comorbidades 101%, com um total de aplicação de 6.742 doses da vacina influenza.

    Em Luís Eduardo Magalhães o público alvo é de 14.890 pessoas. No município, o total geral de imunização foi registrado em 79,69% – gestantes 130,79%, idosos 111,32%, crianças: 78,72%, professores: 80,65%, puérperas: 67,94%, trabalhadores da saúde 44,72%, pessoas com doenças crônicas: 42,45%, sendo 11.866 doses aplicadas.

    Influenza

    O Influenza é o vírus causador da gripe e faz dezenas de vítimas todos os anos, principalmente no período do inverno, quando os casos da doença disparam.  De acordo com os infectologistas, os maiores riscos da gripe H1N1 estão relacionados à possibilidade de causar pneumonia grave com insuficiência respiratória aguda, além de outras situações clínicas como pericardites, miocardites, síndrome de Guillain-Barré, podendo levar até à morte. As letras H (hemaglutinina) e N (Neuroaminidase) representam as proteínas da superfície do vírus e são responsáveis pela capacidade de reprodução e transmissão do vírus. Dependendo da combinação dessas proteínas o vírus pode ser mais ou menos agressivo.


    • Compartilhe:

    Comentários: