Ser obeso aos 50 anos pode antecipar surgimento de Alzheimer, diz estudo

Pesquisa monitorou 1.400 pessoas durante 14 anos.
Os que desenvolveram Alzheimer tinham um peso maior aos 50 anos.

Sobrepeso (Foto: Roos Koole/ANP MAG/ANP/Arquivo AFP)

Ser obeso ou ter sobrepeso aos 50 anos pode antecipar o surgimento da doença de Alzheimer, segundo um estudo publicado nesta terça-feira (1º) na revista médica “Molecular Psychiatry”, publicação do grupo Nature.

A aceleração seria de 6,7 meses a cada aumento de um ponto do índice de massa corporal (IMC), calculou uma equipe de pesquisadores americanos, canadenses e taiwaneses.

A equipe estudou durante 14 anos cerca de 1.400 pessoas normais no plano cognitivo que viviam na região de Baltimore, no estado de Maryland, nos Estados Unidos. Elas foram submetidas regularmente a avaliações neuropsicológicas.

Entre elas, 142 desenvolveram a doença de Alzheimer e os pesquisadores demonstraram que tinham um IMC mais elevado quando tinham 50 anos, e que isso se associava ao surgimento mais precoce da doença.

O IMC é a relação entre a altura e o peso. Um índice superior a 30 é considerado como índice de obesidade no adulto. Para um índice situado entre 25 e 30, fala-se de sobrepeso.

O envelhecimento é o principal fator de risco das doenças neurodegenerativas como o Alzheimer. Também influenciam a diabetes, a hipertensão e a falta de exercício.

Segundo a OMS, há 47,5 milhões de pessoas afetadas por demência senil no mundo, com 7,7 milhões de novos casos todos os anos.

Fonte: G1 / Bem Estar


Compartilhe:

Comentários: