15º
32º
Parcialmente Nublado

Começam ensaios da nova formação do Coral Municipal de São Desidério

  • Fotos: Ana Lúcia Souza

    Ana Lúcia Souza

    Entre sopranos, contraltos, tenores e baixos, são cerca de 150 vozes que compõem a nova formação do Coral Municipal de São Desidério, divididos entre as modalidades Infantil (de 8 a 13 anos), e Adultos. Vinculado à Secretaria Municipal de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo (Secult), os ensaios com os novos integrantes inscritos no Coral Municipal, acontecem no Centro Cultural.

    São 69 vozes na modalidade Infantil, que ensaiam às segundas e quartas-feiras no período matutino e vespertino. Outros 86 participantes, entre adolescentes e adultos, ensaiam às terças e quintas-feiras, nos períodos matutino, vespertino, e em breve também, de segunda a sexta, no período noturno.

    De acordo com o regente e coordenador artístico do Coral Municipal, Erlino Rodrigues, o objetivo é que até o fim do ano sejam formados três corais: infantil, infanto-juvenil e adulto. “Extensão e classificação vocal, afinação, percepção musical (rítmica e melódica), são as principais técnicas a serem trabalhadas ao longo dos ensaios, além da socialização entre os participantes, que é uma questão muito importante”, explicou ao completar sobre as músicas a serem trabalhadas. “Músicas clássicas, folclóricas, hinos pátrios, religiosas e temas de acordo as datas comemorativas do calendário”, frisou o regente.

    Maria Clara Lima de Souza, 11 anos, é uma das integrantes do Coral Infantil. “É muito interessante, gosto muito de participar porque estou aprendendo muitas músicas novas”, disse a integrante ao afirmar que sempre quis participar de um coral.

    Segundo o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo, Josivaldo Oliveira, incentivar a participação destas pessoas no coral é de suma importância. “Os horários dos ensaios são opostos ao das escolas e isto contribui muito para a nossa juventude, uma vez que os retira das ruas, da ociosidade e é importante este contato com a música, pois ela é um elemento fundamental nesta primeira etapa do sistema educativo. A criança começa a se expressar de outra maneira e é capaz de integrar-se ativamente na sociedade, porque a música ajuda a ganhar independência nas suas atividades habituais, assumir o cuidado de si mesma e do meio, e ampliar seu mundo de relações. A música tem o dom de aproximar as pessoas”, disse.


    • Compartilhe:

    Comentários: