18º
33º
Parcialmente Nublado

Equipe da Secult participa do Projeto ‘FormaAÇÃO’ de Multiplicadores/as em Elaboração e Gestão de Projetos Culturais

  • Fotos: Arquivo/ Secult

    Diego Souza/ Informações da Secult

    Representantes da Secult participaram do encontro de FormAção de Multiplicadores/as em Elaboração e Gestão de Projetos Culturais, na cidade de Barreiras. A capacitação foi ministrada pelos técnicos, Gelson Vieira e Cleber Eduão e contou com representantes da cultura de várias cidades que compõe a Bacia do Rio Grande.

    A formação tem como objetivo qualificar integrantes das Câmaras Temáticas de  Cultura e Agentes Culturais nos processos de captação de recursos/prestação de contas nos diferentes mecanismos de fomento, além de possibilitar o acesso dos mesmos às políticas culturais. E para a sua realização, conta com o apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura da Bahia, edital 04/2016 – Formação e Qualificação em Cultura e busca atender um total de 150 Agentes Culturais/ Integrantes das Câmaras Temáticas de Cultura dos 05 Territórios da Bacia do Rio São Francisco (Bacia do Rio Grande, Bacia do Rio Corrente, Bacia do Paramirim, Sertão Produtivo e Irecê) com minicursos básicos e avançados, sobre Elaboração/ Gestão de Projetos Culturais.

    O primeiro curso básico, acontecerá no mês de julho com duração de dois dias com a elaboração de Projetos Simplificados: Etapas/Estratégias/Editais, e o segundo curso, será o Avançado que acontecerá em setembro com duração também de dois dias para elaboração de Projetos Complexos: Editais/Estratégias/Editais.

    Para a Assessora Técnica da Secult, Ana Cristina Santos, o momento é de fundamental importância para todos os integrantes das bacias, “Os dois cursos vão nos direcionar para aonde devemos captar recursos para os diversos projetos existentes em nossas cidades, que muitas vezes não são beneficiados devidos à falta de informação de onde devemos angariar esses recursos de forma correta. As datas dos cursos também são estratégicas, pois é nesse período que os editais começam a serem abertos para inscrição dos projetos. Cabe aos municípios se mobilizarem, e quanto mais projetos inscritos em cada categoria, melhor são as chances de conseguir a aprovação”, disse. A diretora de Cultura, Greyce Carvalho, esteve presente no evento e falou da importância do projeto. “Será mais uma porta de acesso na busca de recursos para a nossa cultura através desses projetos”, completou.


    • Compartilhe:

    Comentários: